0

Surfista brasileiro está confinado em El Salvador por causa do coronavírus

João Neves tinha passagem marcada sair do local nesta quarta-feira, mas todos os voos no país foram cancelados

31 mar 2020
23h47
atualizado em 1/4/2020 às 10h53
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O surfista João Neves está confinado em El Salvador por conta da pandemia do novo coronavírus. O brasileiro tinha passagem marcada sair do local nesta quarta-feira, mas todos os voos no país foram cancelados por conta da quarentena imposta desde o último dia 17.

"Meu voo foi cancelado pela companhia aérea e recebi a notícia que marcaram a passagem somente para o dia 5 de maio. Desde a semana passada sou impossibilitado de sair para comprar comida ou qualquer coisa necessária. Tenho recebido ajuda dos locais para fazer o mínimo das necessidades", conta João, que está sozinho numa pousada em El Cuco, na Praia de Las Flores.

Surfista João Neves está confinado em El Salvador
Surfista João Neves está confinado em El Salvador
Foto: Francisco (Las Flores)/ Divulgação / Estadão

"A responsável pela pousada está deixando eu usar a cozinha e a internet. Uma pessoa ao centro e faz a compra da semana, mas sou só eu de hóspede desde o dia 17", relata o surfista.

João já entrou em contato com a Embaixada do Brasil, mas segue sem retorno. "Contando comigo, parece que ainda tem 19 brasileiros aqui em El Salvador, porém estou sozinho neste lado do país. O restante está a quatro horas daqui, na capital, San Salvador. A situação está cada vez mais complicada", ressalta.

Confinado em El Salvador, por conta da crise do coronavírus, que cancelou todos os voos no país, o surfista de São Vicente, João Neves, é mais um brasileiro que espera ser repatriado o mais breve possível. O corretor de imóveis de 44 anos tinha passagem marcada para voltar neste dia 1º de abril, mas desde o dia 17 está em quarentena imposta pelo Governo daquele país e segue - sozinho - numa pousada em El Cuco, na Praia de Las Flores. "Meu voo foi cancelado pela companhia aérea (Avianca) e recebi a notícia que mercaram a passagem somente para o dia 5 de maio. Desde a semana passada sou impossibilitado de sair para comprar comida ou qualquer coisa necessária. Tenho recebido ajuda dos locais para fazer o mínimo das necessidades. A responsável da pousada deixa eu usar a cozinha e a internet, vai uma pessoa ao Centro e faz a compra da semana, mas sou só eu de hóspede desde o dia 17", comenta João, que chegou a El Salvador no dia 4 de março com três amigos e, desde o dia 12, está sozinho. Ele já entrou em contato com a Embaixada do Brasil, mas ainda não teve retorno sobre uma antecipação de sua volta. "Parece ter aqui em El Salvador 19 brasileiros contando comigo, segundo a embaixada, porém estou sozinho neste lado do País. O restante está a quatro horas daqui, na capital, San Salvador. A situação está cada vez mais complicada", completa.

Uma publicação compartilhada por FMA Notícias (@fmanoticias) em

Veja também:

Coronavírus: A imagem de Bolsonaro na imprensa internacional
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade