PUBLICIDADE

Notre Dame Intermédica tem prejuízo de R$27,9 mi com efeitos de pandemia de Covid-19

12 mai 2021 08h45
ver comentários
Publicidade

A Notre Dame Intermédica registrou prejuízo líquido de 27,9 milhões de reais no primeiro trimestre, revertendo lucro de 160,4 milhões de reais um ano antes, afetada pelo aumento da sinistralidade no período por causa da pandemia de Covid-19.

A sinistralidade caixa cresceu 10,1 pontos percentuais, para 78,3% no primeiro trimestre, em meio ao aumento de custos com internações hospitalares nas redes própria e credenciada, alta frequências de exames e o tratamento de longa permanência dos pacientes com Covid, detalhou a companhia.

O item 'contas médicas caixa', que a empresa afirma ser o mais relevante dos custos e serviços prestados, aumentou 30,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, para quase 2,3 bilhões de reais, acima da expansão de 13,4% da receita líquida, para 2,9 bilhões de reais.

Em termos ajustados, a companhia, uma das maiores operadoras de planos de saúde do país e com rede própria de atendimento de serviços de saúde e odontologia, teve lucro de 27,9 milhões de reais nos primeiros três meses do ano, tombo de 86,6% frente ao mesmo período do ano passado.

O resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado caiu 52,8%, para 189,3 milhões de reais, com a margem recuando para 6,5%, ante 15,7% um ano antes.

Para mais detalhes sobre o resultado, clique aqui:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade