0

Morador usa megafone para alertar vizinhos em morro do Rio

O bombeiro civil André Luís Bezerra da Silva também recolhe doações de alimentos para moradores mais necessitados

26 mar 2020
18h39
atualizado às 18h43
  • separator
  • 0
  • comentários

O bombeiro civil André Luís Bezerra da Silva, 45 anos, tem dado exemplo de solidariedade para seus vizinhos de comunidades carentes da zona norte do Rio. Desempregado e também já sentindo falta de mantimentos para sua família, ainda assim resolveu dedicar seu tempo a fim de alertar os moradores das favelas Camarista Méier, Duzentos e Ouro Preto sobre a ameaça do novo coronavírus.

André Luís passa o dia levando solidariedade e informação aos moradores de três favelas do Rio
André Luís passa o dia levando solidariedade e informação aos moradores de três favelas do Rio
Foto: Divulgação

Esses locais são interligados e situam-se a menos de três quilômetros do estádio olímpico conhecido como Engenhão, no bairro do Engenho de Dentro, subúrbio carioca.

Com uso de megafone, ele percorre as ruas sem calçamento e íngremes daquele morro contínuo e pede que as pessoas só saiam de casa por extrema necessidade e evitem aglomerações. Tem feito isso sistematicamente nos últimos dias, como forma de prevenção à contaminação pela Covid-19.

“Eu sei que não estou imune, mas tomo cuidados de não apertar a mão de ninguém, nem me aproximo dos vizinhos, e sei também que é importante reforçar esse apelo, para que as pessoas se conscientizem do risco.”

Num momento de incertezas sobre a pandemia, André faz mais do que emprestar sua voz para dar o recado. Desde a semana passada, organiza uma lista com o nome dos moradores mais necessitados, os que estão com as prateleiras vazias, e pede doações por meio de grupos sociais. Na manhã desta quinta-feira, havia conseguido dez cestas básicas, que distribuiu rapidamente.

“Quem doou pediu que não divulgasse o seu nome. Foi um gesto de fraternidade, muito bonito. Se muitos pensassem e agissem assim, a situação seria menos dramática”, diz André, nascido e criado na Camarista Méier.

Veja o vídeo:

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade