PUBLICIDADE

Indonésia ultrapassa marco sombrio de 100 mil mortes de Covid-19

4 ago 2021 09h32
ver comentários
Publicidade

A Indonésia registrou o marco sombrio de mais de 100 mil mortes por Covid-19 nesta quarta-feira, mostraram dados do Ministério da Saúde do país, e recentemente a nação do sudeste asiático passou a responder por um de cada cinco óbitos causados pela doença no mundo.

Área de sepultamentos fornecida pelo governo para vítimas da Covid-19 em Gowa, na Indonésia
27/07/2021 Antara Foto/Abriawan Abhe/via Reuters
Área de sepultamentos fornecida pelo governo para vítimas da Covid-19 em Gowa, na Indonésia 27/07/2021 Antara Foto/Abriawan Abhe/via Reuters
Foto: Reuters

A Indonésia enfrentou uma onda de infecções e mortes por coronavírus impulsionada pela variante Delta altamente contagiosa no último mês, e se transforma rapidamente no epicentro do coronavírus na Ásia.

Também nesta quarta-feira, os dados revelaram que o número total de infecções da Indonésia atingiu 3,53 milhões, enquanto as mortes aumentaram 1.747 e chegaram a 100.636, mas especialistas de saúde pública acreditam que a verdadeira cifra provavelmente é muito maior.

"A Indonésia precisa de uma auditoria abrangente das mortes por Covid", opinou Defriman Djafri, epidemiologista da Universidade Andalas de Padang, em Sumatra Ocidental, citando uma reação insuficiente do sistema de saúde.

Atrasos em tratamentos hospitalares que podem ter causado mortes de Covid-19 evitáveis e a taxa de comorbidade deveriam ser investigados, acrescentou ele.

O número de mortes pelo coronavírus da Indonésia era de cerca de 50 mil no final de maio, o que significa que dobraram desde então.

A insuficiência de exames e rastreamentos exacerba ainda mais a taxa de óbitos, disse Masdalina Pane, da Associação de Epidemiologistas da Indonésia.

"Pacientes chegam ao hospital em estado grave ou crítico", disse ela, acrescentando: "Eles chegam ao hospital para morrer."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade