PUBLICIDADE

Corrida 500 Milhas de Indianápolis é adiada para agosto por conta de coronavírus

26 mar 2020 19h58
| atualizado às 20h34
ver comentários
Publicidade

A prova das 500 Milhas de Indianápolis, um dos maiores eventos esportivos do mundo com um público que supera as 350 mil pessoas, foi adiada até 23 de agosto por conta da pandemia de coronavírus, anunciou a IndyCar nesta quinta-feira.

Panorama do Indianapolis Motor Speedway durante largada das 500 Milhas de Indianápolis 
26/05/2013
REUTERS/Matt Sullivan
Panorama do Indianapolis Motor Speedway durante largada das 500 Milhas de Indianápolis 26/05/2013 REUTERS/Matt Sullivan
Foto: Reuters

A menina dos olhos das corridas de monoposto dos Estados Unidos, tradicionalmente realizada no feriado norte-americano do Memorial Day, no Indianapolis Motor Speedway (IMS), seria realizada originalmente no dia 24 de Maio. 

"A realidade hoje é que talvez poderíamos correr em maio, como estava marcado. Esperamos que a vida esteja de volta ao normal, ou perto do normal, até lá", disse Mark Miles, executivo chef da empresa que administra a IndyCar e o IMS, em uma videoconferência. 

"Depois de proteger a Saúde Pública, nossa prioridade é sem dúvidas a realização da centésima quarta prova das 500 Milhas de Indianápolis em 2020. Ao remarcá-la para o final de agosto, esperamos que a data esteja fora da janela impactada pela Covid-19." 

A decisão de adiar a prova que é conhecida amplamente como "o maior espetáculo das corridas" era esperada e acontece depois de a IndyCar ter cancelado as primeiras quatro provas da temporada de 2020 por conta da epidemia de coronavírus. 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade