PUBLICIDADE

Caoa Chery segue agressiva na publicidade e chega ao 'top 10' do setor automotivo

Montadora passa por cima de preconceitos com carros chineses e entra no ranking das mais vendidas em 4 anos de operação

17 jan 2022 05h10
ver comentários
Publicidade

O setor automotivo vive um momento complicado desde o início da pandemia, para dizer o mínimo. Afinal, com as pessoas mais dentro de casa, o interesse pelos veículos diminuiu. Para piorar a situação, as montadoras têm sofrido muito com a falta de peças, que é uma outra herança negativa da covid-19. Mas, se muitos ainda tentam se recuperar dos tombos, a Caoa Chery tem o que comemorar, especialmente em 2021: a empresa entrou no ranking das 10 empresas que mais vendem carros no Brasil.

Em 2021, Caoa Chery reforçou seu posicionamento, destacando qualidade e tecnologia de seus carros
Em 2021, Caoa Chery reforçou seu posicionamento, destacando qualidade e tecnologia de seus carros
Foto: Caoa Cherry/ Divulgação / Estadão

E um dos fatores que fizeram a empresa alcançar esse resultado, segundo Marcello Braga, diretor de marketing da Caoa Chery, foi o investimento massivo em seu setor de atuação. "A pandemia nos impôs alguns desafios, mas não mudamos a nossa linha de comunicação e seguimos arrojados no investimento e na mensagem publicitária", afirma Braga.

O ano de 2021 também marcou, na visão do executivo, como o fim dos velhos paradigmas sobre produtos chineses, comumente vistos como de menor qualidade - especialmente os de alto valor agregado, como é o caso de carros. "Em 2021, lançamos mais três modelos e reforçamos ainda mais nosso o posicionamento de qualidade e tecnologia", explica.

Isso foi preponderante para a empresa sair da modesta 24.ª posição do ranking, em 2017, ano em que a Caoa comprou a operação brasileira da Chery, para chegar ao top 10 em 2021. A Caoa chegou a essa colocação ao vender 39.747 unidades, sendo que o principal deles foi o seu SUV, e carro chefe, Tiggo 5X, que, mesmo custando a partir de R$ 140 mil, vendeu 12.555 unidades.

Porém, o mercado automotivo passa por uma revolução. Muitos consumidores, especialmente os jovens, estão se questionando sobre a real necessidade de ter um carro na garagem. De olho nesse movimento, a empresa decidiu colocar no ar o "Caoa Sempre", um serviço de locação de longo prazo.

Com opções de contratos que vão de 12 a 24 meses, a empresa garante que toda a parte "chata" de ter um carro, como o pagamento de seguro, IPVA e manutenção, fica com a Caoa. Basta o cliente desfrutar do veículo e conduzi-lo para onde bem entender.

E, para apresentar esse conceito, a Caoa decidiu fazer uma live em parceria com o Blue Studio. Nela, Jack Nunes, diretor executivo da montadora, contou todos os detalhes dos benefícios e até mesmo antecipou que modelos da companhia japonesa Subaru também estariam à disposição dos clientes.

"Em 2021, nós realizamos projetos de muito sucesso com o Blue Studio e esperamos repetir os cases em 2022. O profissionalismo, seriedade e aptidão para inovar das empresas nos tornam parceiros natos", diz Braga.

Segurança

Não é apenas com a apresentação de produtos e serviços que a Caoa quer se comunicar com o seu público. As pautas ESG (sigla em inglês para as áreas ambiental, social e governança) seguem em alta na montadora.

Em maio do ano passado, por exemplo, a empresa foi a principal apoiadora do especial Maio Amarelo, realizado para discutir a segurança e em como se pode reduzir a quantidade de vítimas nas ruas e rodovias. "Em 2022 seguiremos fortalecendo nossa imagem de marca através de campanhas criativas e produtos de altíssima tecnologia", diz o executivo.

Estadão
Publicidade
Publicidade