PUBLICIDADE

Campanha 'Vacina Sim' esclarece sobre vacinação de crianças contra covid

Iniciativa de veículos de imprensa entra na quinta etapa; 'As crianças não podem ficar de fora', afirma Drauzio Varella

23 jan 2022 23h15
ver comentários
Publicidade

Crianças de todo o Brasil, com idades entre 5 e 11 anos, estão autorizadas a receber a primeira dose da vacina contra a covid-19. Para ajudar a sanar questionamentos e estimular os pais e responsáveis a aderirem a vacinação, o consórcio de veículos de imprensa - formado por Estadão, TV Globo, G1, GloboNews, O Globo, Extra, Folha de S. Paulo e UOL - lança a quinta fase da campanha "Vacina Sim".

"Nós só vamos ficar livres dessa pandemia quando vacinarmos todas as pessoas, e as crianças não podem ficar de fora, elas têm de ser protegidas", afirma o médico Drauzio Varella, que está na nova fase. A campanha abarcará três filmes, de 30 segundos cada, que serão veiculados a partir desta terça-feira, 25, nos intervalos da programação da TV Globo, Gloob, Gloobinho e canais por assinatura. Ações nas redes sociais da Globo também vão amplificar a mensagem, além de anúncios nos jornais dos veículos do consórcio.

"Vacina Sim" é uma campanha criada em janeiro de 2021 com o objetivo de conscientizar sobre a importância da vacina contra a covid-19, propondo que a população aderisse à imunização. Houve quatro fases com diferentes destaques, mas sempre sob o mesmo mote: estimular e incentivar a vacinação completa, sem deixar de lado os cuidados para conter a contaminação.

Balanço

O consórcio de veículos de imprensa também coleta diariamente as informações oficiais das secretarias de Saúde, o que permite observar o avanço da pandemia. O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou no domingo, 23, a 162.971.067, o equivalente a 75,86% da população total.

Nas últimas 24 horas, 86.063 pessoas receberam a primeira aplicação da vacina e mais de 148 milhões já foram vacinados com a primeira e segunda vacina - o equivalente a 69,02% da população total.

O Brasil registrou 166 novas mortes pela covid-19. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 292, mantendo uma tendência de números mais altos, iniciada há 12 semanas. O número de novas infecções notificadas nas últimas 24 horas foi de 84.230. enquanto a média móvel de testes positivos ficou em 158.876. No total, o Brasil tem 623.145 mortos e 24.044.437 casos da doença confirmados.

Estadão
Publicidade
Publicidade