3 eventos ao vivo

Violento tufão deve passar sobre o Japão no fim da semana

A região de Tóquio está na rota de passagem da tormenta e poderá ter ventos de quase 200 km/h

8 out 2019
17h06
  • separator
  • 0
  • comentários

Um violento tufão está sendo monitorado nas águas do oceano Pacífico noroeste. Seu nome é Hagibis e a previsão é de que avance em direção às ilhas do Japão devendo atingir a ilha Honshu, a maior e a principal do arquipélago, onde está Tóquio, a capital do Japão. A chegada a Tóquio deve ocorrer no próximo sábado, 12 de outubro.

A análise dos meteorologistas da StormGeo feita às 15 UTC (12h00 em Brasília) de 8/10/2019, estimava que o centro do tufão Hagibis estava a aproximadamente 1869 km ao sul de Tóquio. 

Foto: Climatempo

Tufão Hagibis em 8/10/2019 16 UTC (13h em Brasília)

O sistema se deslocava para noroeste com velocidade aproximada de 17 km/h. Os ventos constantes foram estimados em 120 nós (222 km/h), com rajadas de até 145 nós (268 km/h).

No começo da tarde do dia 8 de outubro, o olho do tufão Hagibis já estava quase todo formado. A previsão da StormGeo é que este sistema se intensifique durante a quarta-feira, 9, mas enfraqueça ao se aproximar mais do Japão.

Há uma probabilidade muito alta de que o sistema chegue a Tóquio em 96 horas, no sábado, 12 de outubro. Mesmo com a expectativa de enfraquecimento, a previsão é de que Hagibis chegasse a Tóquio com ventos da ordem de 100 nós (185 km/h). 

Os meteorologistas da StormGeo observam que Hagibis já é um tufão muito grande e poderá aumentar ainda mais de tamanho antes de chegar ao Japão. Isto deve gerar marés muito altas na costa sudeste do Japão, inclusive na baía de Tóquio.

Foto: Climatempo

Tufão Hagibis em 8/10/2019

Impactos esperados

O tufão Hagibis deve provocar muita ventania, chuva forte e grande elevação do mar na costa leste do Japão. 

A porção mais ao sul do Japão já deve sentir ventos e chuva com força de tempestade tropical (estágio abaixo de um tufão ou furacão). 

Porções da ilha de Shikoku podem sobre falhas de energia. Na ilha principal, Honshu, é provável que ocorram grandes danos causados por ventos intensos e grandes ondas nas áreas próximas ao leste da ilha quando o tufão tocar o continente. São esperados também inundações e deslizamentos de terra, além de queda de energia generalizada.

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade