PUBLICIDADE

Umidade do ar comparável a desertos no Centro-Oeste

Capitais da Região ficam em estado de alerta com menos de 20% de umidade relativa do ar. Confira!

21 jul 2021 16h08
| atualizado às 16h26
ver comentários
Publicidade

Foto: PAD (DF), por Michelle Marchetti

A Região Centro-Oeste vem enfrentando um longo período de estiagem. A falta de chuva e o predomínio do ar seco, ascendem o alerta para as capitais que já registraram baixos índices de umidade do ar, nesta semana.

Confira abaixo os índices de umidade relativa do ar registrados nesta semana!

A capital nacional, Brasília (DF) registrou 18% de umidade do ar nesta última terça-feira, 20 de julho, segundo a estação do INMET, sendo a menor do ano e considerado também estado de alerta. No ano passado a umidade relativa do ar foi mais baixa, 10% no dia 4 de outubro de 2020.

Goiânia (GO), registrou 14% de umidade do ar também na terça-feira, sendo a menor umidade do ar do ano, considerado estado de alerta. No ano passado a umidade do ar foi mais baixa, de 8% nos dias 03, 04 e 7 de outubro, considerado estado de emergência.

O destaque é que Goiânia teve ontem o dia mais seco em 13 anos para um mês de julho, desde 2008, quando registrou 13% nos dias 23 e 25 de julho.

Já Campo Grande teve a tarde mais seca do ano! Nesta quarta-feira, pela estação automática do INMET, Campo Grande (MS), registrou 9% de umidade relativa do ar, sendo a menor umidade do ar do ano e considerado também estado de alerta. 

Cuiabá registrou ontem 13%, mas seu menor valor deste ano foi de 12% em 4 de julho.

Cidades como Rio Verde (GO), Silvânia (GO) e Morrinhos(GO) registraram apenas 9% de umidade relativa do ar na última terça-feira (20), valores comparados às áreas desérticas e estado de emergência (abaixo de 12%).

Ar seco segue atuando na Região e a umidade tende a continuar baixa nos próximos dias

Não há expectativa de melhora nestas áreas. Até o final de semana a umidade relativa do ar fica extremamente baixa em todo o Centro-Oeste, com alto grau de severidade devido aos baixos valores registrados durante a tarde.

Foto: Climatempo
Climatempo
Publicidade
Publicidade