1 evento ao vivo

Trigo está em fase de desenvolvimento no interior de SP

No Cerrado, a cultura amarga quebra de safra em torno de 70%

11 jun 2019
09h08
  • separator
  • comentários

De acordo com dados dos IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Brasil consome em média 12 milhões de toneladas de trigo por ano, mas produz menos da metade disso. Para a safra atual, a expectativa é de quase 5,5 milhões de toneladas.

No ano passado, a produção dos 14 principais municípios produtores de trigo do Estado de São Paulo foi de quase 234 mil toneladas. A região de Itapetininga é responsável por quase 90% desse volume, de acordo com dados do Instituto de Economia Agrícola.

O trigo é uma cultura que não exige muita chuva, mas se ela vier nos últimos 60 dias do ciclo, ajuda a formar um grão de melhor qualidade.

No interior de São Paulo, o trigo está verdinho em fase de desenvolvimento e daqui alguns meses estará pronto para a colheita. De acordo com a meteorologista Graziella Gonçalves, da Climatempo, no mês de junho a perspectiva é que em grande parte do estado de São Paulo tenha uma distribuição da chuva abaixo da média.

Trigo no Cerrado

De acordo com a Embrapa, produtores que apostaram no trigo como opção para a segunda safra no Cerrado estão enfrentando uma quebra de até 70% em municípios de Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal. Cerca de 150 mil hectares do cereal foram cultivados na região.

O motivo identificado pela empresa de pesquisa é o ataque de brusone, uma doença devastadora, que atinge plantações de arroz e trigo. De acordo com o pesquisador Júlio Albrecht, da Embrapa Cerrados, o clima úmido contribuiu para a proliferação do fungo causador da doença.

"É que esse fungo ataca a espiga, e a parte que ele ataca na espiga, dali para cima, não tem mais seiva, então, não tem mais enchimento do grão", explicou Albrecht.

O Distrito Federal teve o mês de abril mais chuvoso da última década. E, como era de se esperar, o trigo não resistiu. Um banho de água fria para os produtores da região que vinham investindo no cultivo.

AgroclimaPro

Para saber se o melhor caminho é aguardar ou seguir em frente com o plantio você pode contar com o Agroclima PRO, serviço de agrometeorologia de precisão da Climatempo. Com o ele é possível acompanhar os índices de umidade no solo e a previsão de chuva para sua região e, ainda melhor, para a sua fazenda!

Acerte na sua safra! Assine agora mesmo o Agroclima PRO

Climatempo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade