0

Semana quente no Sul, Sudeste e Centro-Oeste

Altas temperaturas devem ser a marca dos próximos dias em vários estados

15 jul 2018
16h45
  • separator
  • comentários

Após o frio da semana passada, essa semana deve ser marcada pelo calor. As temperaturas vão ficar muito acima da média para esta época do ano, principalmente em Santa Catarina, no Paraná, em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Mato Grosso do Sul e em Mato Grosso.

Uma grande e intensa massa de ar seco está ganhando força sobre o Centro-Sul do Brasil e deve garantir essa longa sequência de dias com sol, poucas nuvens, calor e baixa umidade do ar durante as tardes. Entre o interior de São Paulo, de Minas Gerais e em praticamente todo o Centro-Oeste, a umidade fica abaixo dos 30% durante as tardes. Mesmo capitais como São Paulo e Curitiba não devem escapar da umidade baixa.

Entre Paraná e Santa Catarina, as máximas vão se manter acima dos 25°C nos próximos dias. No noroeste paranaense pode fazer até 34°C na segunda e na terça-feira. No sul de Santa Catarina, o tempo fica mais instável, por conta da proximidade de instabilidades que atuarão no Rio Grande do Sul ao longo da semana. Por isso,  o calor deve ocorrer de forma mais pontual.

No estado de São Paulo o calor domina durante toda a semana. Na capital a temperatura pode chegar aos 29°C nesta segunda e continua acima dos 25°C pelo menos até a sexta-feira. Pelo interior o calor será ainda mais intenso, com máximas acima dos 30°C, e pode alcançar até 35°C na região de Andradina. A cidade do Rio de Janeiro tem máxima prevista de 33°C na quinta e na sexta-feira, mas antes disso, temperaturas entre 31°C e 32°C durante as tardes. No interior fluminense calor acima dos 30°C também.

No Centro-Oeste, onde o frio marcou presença na última semana, a temperatura deve chegar aos 36°C em Cuiabá nesta segunda e terça-feira. Em Campo Grande o calorão será de 33°C, 1°C a mais do que a máxima registrada neste domingo.

Já no Rio Grande do Sul a semana será marcada pela instabilidade. O choque entre a massa de ar muito quente predominando na região central do país e que tenta avançar em direção ao Sul, com o ar mais frio que atua sobre sul do continente, devem favorecer a formação de grandes áreas de instabilidade sobre o Rio Grande do Sul.

Estas instabilidades serão ainda reforçadas por um sistema de baixa pressão, que vai permanecer quase estacionado sobre o Paraguai entre segunda e terça-feira e se desloca em direção ao estado gaúcho na quarta. Já na quinta-feira, esse sistema de baixa pressão passa a ser denominado como ciclone extratropical e dará origem à uma frente fria. Esta frente fria vai se deslocar lentamente pelo Rio Grande do Sul na quinta-feira, provocando temporais e queda de temperatura.

Na sexta-feira, a frente fria avança por Santa Catarina e chega ao oeste do Paraná e de Mato Grosso do Sul. A tendência é que esse sistema chegue ao estado de São Paulo no sábado, no entanto, não há previsão de chuva significativa para os paulistas.

Climatempo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade