0

São Paulo está tendo um dos maios mais secos desde 1960

Total de chuva em 21 dias estava 90% abaixo da média histórica do mês. Como fica o tempo no fim de semana, 23 e 24 de maio, com a passagem de uma frente fria

22 mai 2020
00h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A redução da chuva em maio é normal no estado de São Paulo, mas o que acontece em maio de 2020 está muito fora do padrão. Maio de 2020 até esta data repete o espírito de abril, quando a deficiência de chuva foi grave em todas as regiões paulistas.

Na cidade de São Paulo, se maio de 2020 terminasse agora, seria o quarto maio mais seco desde 1960, comparando com o histórico de precipitação da estação meteorológica convencional (operada por uma pessoa) localizada no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista, mantida pelo INMET - Instituto Nacional de Meteorologia desde 1943.

Na medição da estação meteorológica automática do Mirante de Santana, que começou a operar no fim de julho de 2006, o total de chuva acumulado em 21 dias era de apenas 8,2 mm, 90% abaixo da média histórica de chuva para maio que é de 78,1 mm.

Foto: Climatempo

Foto de Irlan Romain, São Paulo (SP)

Maios secos

Confira os meses de maio com menos de 20 mm acumulados no período de 1961 a 2020

maio de 1963: 3,7 mm

maio de 1980: 5,4 mm

maio de 1974: 8,1 mm

maio de 2020 (até o dia 21): 8,2 mm

maio de 2018: 10,8 mm

maio de 2006: 16,0 mm

maio de 1962: 17,3 mm

Uma grande frente fria passa sobre o estado de São Paulo no fim de semana de 23 e 24 de maio e vai trazer chuva e frio também para a capital. Como será o impacto desta frente fria na cidade de São Paulo?

Segundo o INMET, a menor temperatura na cidade de São Paulo em 2020 foi de 11,8°C, no dia 10 de maio.

Veja também:

Previsão Brasil - Ar frio predomina no centro-sul do país
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade