1 evento ao vivo

São Paulo: chuva de 24 h dobra a média de um julho 

Com chuva excessiva, rios e córregos alcançaram até cota de alerta e de emergência. Chuva de 4/7/19 foi histórica.

5 jul 2019
00h59
  • separator
  • 0
  • comentários

Em 24 horas, a cidade de São Paulo recebeu praticamente o dobro da quantidade média de normal para um mês de julho. A média de chuva para julho é de aproximadamente 47,8 mm, segundo cálculo do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) para o período de 1981 a 2010. 

A medição automática do INMET no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista, contabilizou 100,5 mm entre 00 hora até meia-noite de 4 de julho.

Muito provavelmente, o volume de chuva de 24 horas (9h do dia 4 até 9h de 5 de julho) que será medido às 9 horas desta sexta-feira, 5, estará entre os maiores já registrados em 24 horas um dia de julho, batendo um recorde de muitos anos.

Tecnicamente julho é um mês de seca, de pouca chuva, e volumes em 24 horas da ordem de 30 mm, ou mais, já podem ser considerados excessivos para este mês.

Volumes de chuva 

Confira alguns volumes de chuva elevados para julho, considerando o acumulado de 24 horas, entre 9 horas de um dia e 9 horas do dia seguinte. Estes valores foram registrados pelo INMET no Mirante de Santana entre 1961 e 2018

data

chuva em 24h (mm)

03/7 1976

70,8 mm

30/7/1989

49,7 mm

25/7/2007

47,4 mm

25/7/2009

44,2 mm

14/07/2010

41,8 mm

Foto: Climatempo

Foto de Marcelo Pinheiro, São Paulo (SP), em 4/7/19

Julho histórico

A chuva do dia 4 de julho de 2019 já pode ser considerada uma chuva histórica para este mês e certamente vai fazer este julho ficar entre os mais chuvosos em décadas.

Confira alguns julhos com totais de chuva muito elevados registrados pelo INMET no Mirante de Santana

Ano

chuva em julho (mm)

2009

179,7

2007

148,3

2010

93,5

2013

90,9

2012

74,7

2015

65,1

Alagamentos

A chuva do dia 4 de julho foi completamente fora dos padrões para este mês. Por volta das 23h30, o CGE - Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura - registrava 35 alagamentos pela cidade de São Paulo, sendo 2 intransitáveis. 

O grande volume de chuva, e generalizado, que caiu sobre a cidade elevou o nível de córregos e rios. Vários trechos do rio Tietê subiram até a cota de alerta! Isto é até frequente no verão, mas não em julho! O córrego Perus atingiu a cota de emergência, segundo o SAISP - Sistema de Alerta e Inundações de São Paulo

O mapa mostra o total de chuva acumulado em diversos bairros da cidade para o período de 00h até meia-noite de 4/7/2019, pela medição do CGE

Foto: Climatempo

Volume de chuva medido pelo CGE entre 00h e 24h de 4/7/2019

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade