PUBLICIDADE

Rio Grande do Sul terá vários dias com temperaturas baixas

Chuva dá uma trégua no fim de semana, mas instabilidades aumentam na semana que vem.

23 jun 2022 - 13h04
(atualizado às 13h53)
Ver comentários
Publicidade

Fonte: Getty Imagens

As instabilidades atuam sobre o Sul do Brasil e provocam temporais há alguns dias em parte do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, principalmente. Os acumulados de água foram bastante elevados até o momento, além dos raios e até granizo que também atingiram algumas regiões.

Uma nova frente fria vai avançar pelo litoral da Região na sexta-feira e este sistema vai contribuir para a formação de nuvens de chuva ainda sobre grande parte do estado gaúcho e catarinense. No Rio Grande do Sul, em geral é pouca chuva, inclusive na capital, mas há risco para temporais nas serras gaúcha e catarinense, norte do Rio Grande do Sul, litoral e planalto sul de Santa Catarina e parte do Meio-Oeste catarinense. Também pode chover moderado a forte no litoral norte gaúcho, oeste de Santa Catarina e na Grande Florianópolis.

No sábado a chuva continua no leste catarinense e avança para o leste do Paraná, incluindo a região de Curitiba. Por outro lado, o tempo já começa a abrir no estado gaúcho e no interior de Santa Catarina. Essa situação ainda vai persistir no domingo, mas no início da próxima semana novas instabilidades vão aumentar as condições do chuva em parte do Rio Grande do Sul novamente.

Foto: Climatempo

Em relação às temperaturas, a tendência é que o Rio Grande do Sul continue com temperaturas amenas a baixas até a próxima semana.

A população deve sentir "frios diferentes" ao longo dos próximos dias. A mudança na direção dos ventos vai provocar, em alguns dias, mais frio durante a madrugada e, em outros, mais frio ao longo do dia, avisa a meteorologista Aline Tochio.

* Para saber mais detalhes da previsão para a sua região, digite o nome da cidade no campo de busca aqui.

A capital Porto Alegre deve ter mínimas abaixo dos 10°C a partir do fim de semana e regiões mais altas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina até podem registrar mínimas abaixo dos 5°C, mas por causa da nebulosidade, a chance de geada é baixa.

A queda acentuada de temperatura será destaque na virada de mês em parte do Sul do Brasil. A Climatempo prevê a primeira onda de frio do inverno, que será responsável por uma grande queda de temperatura no centro-sul do país.

Foto: Climatempo

A expectativa de fortes ondas de frio durante o mês de julho poderão provocar geada ampla, de moderada forte intensidade em várias áreas dos três estados da Região Sul.

Confira esse e outros destaques da previsão para o inverno. .

Climatempo
Publicidade
Publicidade