1 evento ao vivo

Os desafios do mercado agro no aumento da produtividade

Mudanças climáticas e aumento populacional influenciam o campo

1 out 2020
12h54
atualizado em 5/10/2020 às 12h36
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Climatempo

A agricultura brasileira tem como desafio aumentar cada vez mais a produtividade de forma sustentável, a fim de suprir demandas constantemente crescentes (com o aumento populacional mundial), além de lutar contra os efeitos das mudanças climáticas.

Em agosto de 2019, o relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), criado pela Organização Meteorológica Mundial (OMM) e pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (ONU Meio Ambiente), reuniu e analisou as descobertas mais importantes sobre o aquecimento global e deu destaque ao uso da terra e seus efeitos sobre as mudanças no clima.

Segundo o relatório, solos e florestas doentes estimulam mudanças climáticas que são prejudiciais ao meio ambiente, em círculo vicioso. As emissões de gases do efeito estufa relacionadas à agricultura, florestas e outros usos do solo representam 22% do que é liberado no mundo todo.

Com isso, estima-se que cada vez mais os rendimentos de colheitas diminuam, e que o preço dos alimentos aumente proporcionalmente. Como solução, o relatório ressalta a busca da redução de danos e a necessidade de sistemas alimentares mais sustentáveis. Dentre as recomendações, está a substituição de monoculturas por terras agrícolas com variedade de culturas - dessa forma, os solos absorvem mais carbono e evitam a erosão.

O crescimento da população, do custo da agricultura profissional e da busca por atividades sustentáveis torna o aumento da produtividade de culturas fundamental para o mercado agrícola. Neste cenário, a tecnologia é uma grande aliada, pensando nisso a John Deere lançou a nova série de tratores 6M de médio e grande porte, que garante melhora de até 8% na produção do agricultor, reunindo conforto e tecnologia de ponta. Com ela, é possível produzir mais gastando menos! Tem coisa melhor?

A série 6M da John Deere garante um melhor aproveitamento energético do combustível gerando uma economia de até 9%, devido à nova Transmissão CommandQuad™ Automatizada. Além disso, o 6M possibilita a coleta dos dados da máquina, documentando as operações realizadas em cada ponto da lavoura e enviando os dados via JDLink™ para o Operations Center, solução de armazenamento e gerenciamento único e de acesso gratuito, que conecta diversas tecnologias que permitem aos produtores, gerenciar e planejar suas próximas operações de forma que elas sejam mais produtivas, otimizando e potencializando o uso da terra contribuindo desta maneira para a redução das emissões de gases do efeito estufa.

E dando apoio a toda esta tecnologia, a Rede de Concessionários da John Deere, possuem atualmente 32 Centros de Suporte as Operações, que podem se conectar aos tratores 6M e diversas outras máquinas em campo de forma remota, melhorando a disponibilidade e a qualidade das operações. Com tudo isso, a empresa garante ao produtor excelentes resultados de forma sustentável.

Para mais informações, .

Colaborou neste texto a engenheira agrônoma da Climatempo Tatiane Cravo.

Este conteúdo trata-se de um informe publicitário patrocinado pela John Deere.

Veja também:

Previsão Brasil - Risco de chuva forte em grande parte do país
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade