PUBLICIDADE

Onda de calor se espalha sobre o centro da América do Sul

Além do Rio Grande do Sul, outros estados brasileiros devem sentir uma elevação mais forte da temperatura

13 jan 2022 06h27
| atualizado às 07h34
ver comentários
Publicidade
Onda de calor se espalha sobre o centro da América do Sul
Onda de calor se espalha sobre o centro da América do Sul
Foto: Xurzon / iStock

A onda de calor que atua sobre o centro da América do Sul atinge o Rio Grande do Sul e deixa as temperaturas muito elevadas, com marcas acima dos 40°C em vários locais do estado, e também no Uruguai, na Argentina e no Paraguai.

A temperatura na quarta-feira, 12 de janeiro, foi de 41,5°C em Quaraí e a 41,1°C em Uruguaiana. O serviço de meteorologia do Uruguai registrou 41,1°C em Salto.

Calor aumenta no centro-sul do Brasil

Além do Rio Grande do Sul, esta onda de calor alcança outras áreas do centro-sul do Brasil nos próximos dias. O calor aumenta nos estados da Região Sul até o sábado, mas continua sendo mais intenso no Rio Grande do Sul, onde os termômetros vão marcar alguns graus acima do dígito 40°C. As áreas a oeste de Santa Catarina e do Paraná devem sentir um aquecimento mais acentuado.

O estado de Mato Grosso do Sul e também áreas no sul e oeste de Mato Groso e no oeste de São Paulo devem experimentar um aumento mais forte da temperatura por causa desta onda de calor

Esta onda de calor será parcialmente quebrada por uma frente fria que avança sobre o Sul do Brasil a partir do domingo, 16 de janeiro. Mas a chuva desta frente fria não será para todos e o calor vai continuar intenso em áreas do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Confira as mais altas temperaturas no Uruguai em 12/1/2022

Maiores temperaturas no Uruguai em 12/1/2022, até às 18 horas

41,9°C -  Salto

40,0°C - Rivera e Soriano

39,9°C - Tacuarembó

39,7°C - Artigas

39,5°C - Paysandú 

39,0°C - R.Negro 

37,9°C - Durazno 

37,6°C - C.Largo 

37,4°C - Florida 

36,9°C - Flores 

35,0°C - S.José 

Na Argentina, o calor na noite de ontem ainda era extremo, com muitas áreas no centro-norte e leste do país registrando temperaturas acima dos 30°C. Às 20 horas desta quarta-feira, 12 de janeiro, o Serviço de Nacional de Meteorologia deste país registrou 41,6°C e apenas 7% de umidade no ar em San Antonio Oeste, na província de Rio Negro.

Recorde histórico de calor em Buenos Aires

Na terça-feira, 11 de janeiro, o sistema de energia elétrica não deu conta do grande aumento da demanda, por causa do calor extremo, o que resultou em um apagão no país, inclusive na região de Bueno Aires.

A capital portenha registrou um recorde histórico de calor no dia 11 de janeiro de 2022, com a marca de 41,1°C, de acordo com o Serviço de Nacional de Meteorologia da Argentina

Neste dia, vários locais da Argentina registraram recorde histórico de calor. Em Cordoba, a temperatura alcançou 42,5°C .

(*) recorde para janeiro e anual, para o período de 1961-2021

(**) segunda temperatura mais alta no período de 1906-2021

Córdoba: 42.5°C

Punta Indio: 41.2°C (*)

Buenos Aires/capital: 41.1°C (*)(**)

Pilar: 41.0°C

9 de Julio: 40.8°C

Las Flores: 40.5°C (*)

El Palomar: 40.5°C (*)

San Fernando: 40.2°C (*)

La Plata: 38.6°C

(*) Récord enero y anual 1961-2021

(**)2° T más alta 1906-2021

Este foi mapa de temperaturas máximas na Argentina em 11/1/2022. Temperaturas muito altas, entre 38°C e 42°C voltaram a ser observadas na Argentina na quarta-feira, 12 de janeiro

Foto: Climatempo

Temperaturas máximas na Argentina em 11/1/2022

Climatempo
Publicidade
Publicidade