PUBLICIDADE

Milho apresenta sintomas de déficit hídrico em Ijuí (RS)

Estimativas apontam para redução de mais de 40% do potencial produtivo das lavouras de sequeiro

3 dez 2021 19h28
ver comentários
Publicidade

De acordo com dados da Emater, o milho na região de Ijuí (RS), até 25/11 apresentava sintomas de déficit hídrico nas plantas. As folhas enroladas, senescência de folhas basais, inviabilidade do pólen e murchamento de toda a planta foram alguns dos sinais observados no campo.

Nas lavouras em estádio de formação e enchimento de grão há falhas de polinização e desenvolvimento de grãos nas espigas, impactando na diminuição da produtividade. As plantas em fase de floração, nota-se falta de emissão de espigas, secamento do pólen e estigmas sem a realização da fecundação. As estimativas apontam para redução

de mais de 40% do potencial produtivo das lavouras de sequeiro.

No noroeste Paraná, há relatos de problemas causados pela falta de chuva no milho, mandioca e soja. Em boa parte do Mato Grosso do Sul e no oeste de São Paulo, a umidade do solo está abaixo de 60%. 

Foto: Climatempo

Milho do Paraná e Rio Grande do Sul sentem o déficit hídrico em período reprodutivo (Conab)

Tendência do clima

De acordo com o agrometeorologista Celso Oliveira, a situação não muda nos próximos dias. A chuva fica concentrada no centro-norte do Brasil com episódios de invernadas. Os acumulados para os próximos 15 dias podem chegar até 250 milímetros, principalmente sobre Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Bahia, Tocantins, Pará e Rondônia.

Por outro lado, na Região Sul, parte de São Paulo e Mato Grosso do Sul expectativa de pouca chuva. Algumas áreas gaúchas podem registrar algumas pancadas de chuva pontuais, principalmente na faixa leste da Região Sul sem força para avançar para o interior dos três estados. 

A situação é preocupante para o produtor da Região Sul. Alta temperatura  pouca chuva no período da tarde podem impactar alguma culturas como o milho e trazer uma possível quebra na safra. 

Mato Grosso

Enquanto, o Sul quer chuva, o produtor de Mato Grosso clama por sol. A nebulosidade vem acontecendo de forma frequente e as lavouras precisam de horas de sol para o desenvolvimento.  

Como planejar uma safra e monitorar sua fazenda?

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

O Agroclima Pro é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações. 

Faça parte da maior comunidade AGRO! O canal oficial da Climatempo no Telegram fornece conteúdos diários e exclusivos sobre o Clima e previsão para a agricultura. Quero fazer parte! 

Climatempo
Publicidade
Publicidade