0

Mato Grosso do Sul ainda pode ter ventania nos próximos dias

Vento chegou a 95 km/h em Ribas do Rio Pardo. Baixa pressão atmosférica vai influenciar o estado no decorrer da semana.

26 out 2020
23h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Vários locais de Mato Grosso do Sul iniciaram a semana com chuva forte e ventania. As intensas rajadas de vento derrubaram árvores e postes e arrancaram coberturas. Na segunda-feira, 26/10/2020, pela medição Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a maior rajada foi de 95 km/h em Ribas do Rio Pardo. Em Itaporã, uma rajada chegou aos 81 km/h e em Corumbá, aos 78 km/h. 

A chuva mais forte e volumosa ocorreu no sul do estado e o acumulado em 12 horas chegou aos 57,0 mm em Itaquiraí. Em Campo Grande o acumulado foi de 34,4 mm.

Os temporais foram provocados por nuvens muito carregadas que se espalharam sobre o Mato Grosso do Sul. Além do ar quente e úmido que já estavam sobre o estado, a presença de uma forte área de baixa pressão atmosférica entre o Mato Grosso do Sul e o Paraguai estimulou ainda mais o crescimento destas nuvens sobre o estado.

Semana com risco de temporais

O estado de Mato Grosso do Sul poderá ter mais ventania e chuva forte até o fim desta semana. 

Nesta terça-feira, 27 de outubro, o oeste e sul do estado voltam a ter sol e ficam com tempo firme o dia todo, mas as outras regiões do estado podem ter fortes pancadas de chuva e ventos fortes.

A presença de uma frente fria que avança sobre a Região Sul e a formação de uma ciclone extratropical no litoral do Rio Grande do Sul vão ajudar a formar nuvens carregadas sobre o Mato Grosso do Sul.

Entre quarta, 28, e sexta-feira, 30 de outubro, as nuvens carregadas e as pancadas de chuva voltam a ocorrer em todas as regiões do estado. Há risco de temporais. Uma nova área de baixa pressão atmosférica vai atuar sobre o Mato Grosso do Sul durante a quinta-feira, 29 de outubro, aumentando o risco de chuva forte e de ventania. Confira o alerta especial de temporais.

Rajadas de vento acima dos 70 km/h em 26/10/2020

Em Ribas do Rio Pardo, uma rajada de vento chegou aos 95 km/h, mas muitas rajadas entre 70 km/h a 75 km/h foram observadas em outras áreas de Mato Grosso do Sul. Na capital, Campo Grande, a maior rajada foi de 67 km/h.

Confira as rajadas acima de 70 km/h que ocorreram em Mato Grosso do Sul em 26/10/2020, segundo o INMET

Ribas do Rio Pardo: 95,0 km/h

Caarapó: 81 km/h

Corumbá: 78 km/h

Itaporã: 75,0 km/h

Ivinhema: 75,0 km/h

Sonora: 75,0 km/h

Aral Moreira: 72 km/h

Angélica: 70,0 km/h

Foto: Climatempo
Foto de Valdeci Sebastião da Silva, Ivinhema (MS)

Volumes de chuva acima de 40 mm em 26/10/2020

As fortes áreas de instabilidade que se espalharam sobre o Mato Grosso do Sul provocaram chuva forte e volumosa principalmente no sul de Mato Grosso do Sul. O maior acumulado em 12 horas durante a segunda-feira, 26 de outubro, chegou aos 57,0 mm em Itaquiraí. 

Maiores volumes de chuva acumulado em 12 horas sobre o MS em 26/10/2020 (INMET)

Itaquiraí: 57,2 mm

Bonito: 52,6 mm

Ivinhema: 47,0 mm

Ponta Porã: 41,8 mm

Cassilândia: 41,8 mm

Itaporã: 40,0 mm

Veja também:

Previsão Brasil - Risco de temporais no Sul do Brasil
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade