2 eventos ao vivo

Instabilidade se intensifica no Norte

Tempo quente e úmido favorece a formação de nuvens

17 jul 2019
18h00
  • separator
  • 0
  • comentários

As áreas de instabilidade tropicais estão se intensificando no Norte do Brasil. Para os próximos dias vários fatores meteorológicos vão favorecer a permanência nuvens carregadas sobre quase toda a Região.

Nesta quinta-feira (18), a combinação do calor e da alta umidade e a circulação dos ventos irão manter as condições favoráveis para a formação de muitas áreas de instabilidade em Roraima, Amazonas, centro-norte do Pará e Amapá.

Em Manaus (AM), região de Barcelos (AM), Boa Vista (RR), Belém (PA) e Macapá (AP), as nuvens não escondem totalmente o sol, mas as pancadas de chuva acontecem em alguns momentos com moderada intensidade e acompanhada de descargas elétricas. Há risco de chuva e vento forte, alertam os meteorologistas.

Foto: Climatempo
Foto: Guilherme Oliveira - Nova Ipixuna - PA

Maior volume de chuva 

Dados do Inmet - Instituto Nacional de Meteorologia, mostram que entre 9h da manhã de trça-feira (16) e 9h de quarta-feira (17), foram acumulados 41,7 milímetros. Foi o maior volume entre as capitais do Norte, neste período. O total de chuva desde o primeiro dia do mês de julho é de 130, 5 milímetros. Esse valor corresponde a 68% da média que é de aproximadamente 191 milímetros.  

Temperatura 

O destaque da temperatura e da secura é para Palmas. Na quarta-feira (17), a mínima registrada foi de 18,5°C. Foi a segunda menor temperatura do ano na capital do Tocantins. O recorde é de 18,4°C ocorrido no dia 15/07. Palmas também foi a cidade mais seca do país. Por volta das 15h, horário de Brasília, o nível de umidade chegou a 21%.   

Próximos dias

A semana segue com condições favoráveis a formação de nuvens de chuva sobre a maioria dos estados da Região Norte do Brasil. Em algumas localidades, a chuva pode cair com mais frequência e em outras de forma bastante irregular, mas sempre com a presença do sol.

No Tocantins e no sul do Pará, o ar está mais seco e a chance de chover é muito pequena. O mapa de chuva mostra que até o dia 22 dezembro, muitas áreas da região podem acumular volumes de chuva superiores a 30 milímetros.

Foto: Climatempo
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade