PUBLICIDADE

Frente fria avança pela Argentina, Uruguai e sul do Brasil

Tempo muda na América do Sul, mas sem queda brusca na temperatura

5 jul 2022 - 14h58
Ver comentários

O destaque do tempo para a América do Sul nesta semana fica por conta de uma nova frente fria que avança pela Argentina, Uruguai e sul do Brasil.

Nesta terça-feira (5), uma frente fria se afasta da costa brasileira, tendo alcançado pouca abrangência sobre o continente sul-americano, pois há uma massa de ar seco no interior do continente oferecendo resistência para o ingresso de frentes fria e chuva no interior do continente.

Esta massa de ar seco dita o tempo entre boa parte do Brasil, Peru, Bolívia e Paraguai, trazendo manhãs frias, tardes quentes e baixa umidade relativa do ar.

Na quarta-feira (6) uma nova frente fria se forma nas proximidades da costa da Argentina e Uruguai, e deve mudar o tempo na região de Buenos Aires e todo o Uruguai já na tarde e noite de quarta-feira, há previsão de pancadas de chuva forte acompanhadas por trovoadas e rajadas de vento.

No dia seguinte, quinta-feira (7), a frente fria alcança a campanha gaúcha e muda o tempo na metade sul do Rio Grande do Sul, com eventos de chuva forte e trovoadas. Após uma rápida passagem pelo estado gaúcho, a frente fria se afasta diminuindo a chuva.

Logo após a passagem de uma frente fria uma massa de ar frio ganha espaço e derruba as temperaturas, porém há momentos que estas massas têm como característica serem mais frias do que outros, trazendo os eventos de ondas de frio intenso, não deve ser o caso nesta semana. A massa de ar frio não trará temperaturas muito baixas.

Na Cordilheira dos Andes, entre a Argentina e o Chile, estarão as menores temperaturas da América do Sul, em grande parte devido a sua geografia. Por causa desta cadeia de montanhas, as menores temperaturas na Argentina ficam em toda a faixa oeste do país, com mínima entre -6 e -3 °C entre Bariloche e Mendoza.

No Uruguai, as menores temperaturas nestes próximos dias ficam entre 3 e 6 °C em quase todo o país, com exceção da faixa litorânea e do extremo norte, que ficam com mínima entre 6 e 9 °C. O Paraguai não sentirá influência desta massa de ar esta semana, com as menores temperaturas entre 15 e 21 °C.

O Chile receberá duas frentes frias esta semana, a primeira na quarta-feira (6) e outra na sexta-feira (8). Os dois eventos prometem trazer chuva e queda de temperatura para o país. As frentes frias não alcançam a Argentina devido à barreira natural da Cordilheira. Há previsão de temperaturas mínimas entre 1 e 6 °C nesta semana.

Outro sistema meteorológico bastante conhecido que deve atuar neste próximos dias é a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que espalha instabilidades por todo o norte do continente sul-americano, incluindo o Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e alguns estados do Brasil.

Este sistema é formado pela confluência dos ventos de ambos os hemisférios, formando nuvens carregadas que espalham chuva forte e trovoadas pela região. Mesmo durante o inverno, estes países não costumam ter temperaturas mínimas baixas, sobretudo por estarem na região tropical.

Climatempo
Publicidade
Publicidade