3 eventos ao vivo

Estudo revela que poluição preocupa o paulistano

Desperdício de água e desmatamento de floresta são questões que também apareceram no relatório

14 fev 2020
16h16
  • separator
  • 0
  • comentários

Segundo o levantamento "Who Cares, Who Does" da Kantar, líder global em dados, insights e consultoria, o consumidor tem se preocupado cada vez mais com seu bem-estar e o meio ambiente.

Na Grande São Paulo, as três principais questões relacionadas à sustentabilidade apontadas pelos entrevistados foram poluição das águas, desaparecimento e desmatamento da floresta tropical e desperdício de água, respectivamente. O plástico também é uma grande preocupação de todo o estado de São Paulo, segundo o estudo.

Na hora das compras, 59% dos paulistas preferem alimentos que são embalados de maneira ecologicamente correta e 25% afirmam que com certeza pagariam a mais por um produto cuja embalagem seja feita de plástico biodegradável. Quando visto quem é o principal responsável por limitar o desperdício de plástico no ambiente, as pessoas elegeram os fabricantes, varejistas e próprio consumidor, nesta ordem de prioridade.

As principais causas de desperdício de plástico dentro dos lares paulistas são os sacos de plástico para carregar compras (55%) e as garrafas plásticas descartáveis (40%). Mais da metade (58%) dos entrevistados também declarou que constantemente se preocupa com os problemas causados pelo plástico aos animais marinhos.

Ao fazer compras, 40% preferem alimentos orgânicos (sem agrotóxicos) enquanto 63% os naturais (sem processos químicos). Se considerado o comportamento no País todo, os números são diferentes e 69% dos brasileiros elegem os naturais, enquanto 45% os orgânicos.

A população de São Paulo também reduziu o consumo de carne vermelha (16%), versus 22% dos brasileiros. Dentre os consumidores que diminuíram a taxa, 23% foram devido ao corte de gastos com alimentação, 19% por preocupação com conservantes e 18% pelo cuidado com o bem-estar animal. 

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade