0

Estimativa de produção de algodão é a maior da série histórica

Arroz perdeu área, mas investiu em tecnologia e registra maior rendimento

14 jan 2020
09h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A área estimada de algodão para esta temporada é de 1.661,5 mil hectares, indicando incremento de 2,7% em relação aos 1.618,2 mil hectares efetivados na safra passada. Algumas das principais regiões produtoras já iniciaram o cultivo, e a expectativa é que as operações de plantio ganhem força a partir deste mês de janeiro.

A produção, estimada em 2,76 milhões de toneladas de algodão em pluma, é considerada uma das maiores dentro da série histórica, influenciada pelos grandes investimentos feitos no setor e pela expansão de área cultivada, especialmente em Mato Grosso e Bahia que, juntos, correspondem a mais de 88% da estimativa de produção para 2019/20. 

Arroz

A expectativa de produção para essa safra é de 10,56 milhões de toneladas, aumento de 1% em relação à safra passada. A produção nacional de arroz tem sua maior concentração na Região Sul, responsável por mais de 80% da oferta nacional.

Nas últimas safras, a área cultivada com arroz vem diminuindo, sobretudo em áreas de sequeiro. Para esta temporada, a área foi estimada em 1.685,8 mil hectares, sinalizando redução de 0,7% em relação à última safra.

Apesar da redução da área nos últimos anos, a maior proporção de áreas irrigadas, que possuem uma maior produtividade, e o investimento do rizicultor em tecnologias, que proporcionam um maior rendimento da área, vêm permitindo a manutenção da produção ajustada ao consumo nacional. 

Feijão

Por ser uma cultura de ciclo curto, o feijão possibilita o plantio em até três momentos durante a temporada, na busca pelo equilíbrio no abastecimento. Na primeira safra deste ano, a área é estimada em 904,7 mil hectares, redução de 1,9% em relação à safra passada. Apesar da menor área semeada, estima-se que a produtividade se recupere e aumente 7,1% do obtido no último exercício, que sofreu com os problemas decorrentes das adversidades climáticas e prejudicaram a produção.

A área de feijão primeira safra vem diminuindo ao longo das últimas safras, principalmente pela competição com outras culturas, como soja e milho, e também devido ao momento de colheita coincidir, muitas vezes, com o período chuvoso, acarretando em problemas de qualidade do produto. A estimativa para esta safra é de uma produção 5% superior àquela obtida em 2018/19.

AgroclimaPro

Conheça também o AgroclimaPro - sua opção inteligente para a gestão no campo. Para saber se o melhor caminho é aguardar ou seguir em frente com o plantio você pode contar com o Agroclima PRO, serviço de agrometeorologia de precisão da Climatempo. Com o ele é possível acompanhar os índices de umidade no solo e a previsão de chuva para sua região e, ainda melhor, para a sua fazenda! 

Acerte na sua safra! Assine agora mesmo o Agroclima PRO

Veja também:

Previsão Brasil - Ar seco ganha força sobre o país
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade