2 eventos ao vivo

Espírito Santo com muita chuva novamente

Em apenas 6 horas, Aracruz registra quase 200 mm e Vitória e Serra acumulam cerca de 100 mm.

23 jan 2020
01h23
  • separator
  • 0
  • comentários

Áreas de instabilidade se intensificaram sobre o mar e avançaram para o Espírito Santo espalhando nuvens carregadas sobre algumas regiões do estado próximas do litoral. A chuva recomeçou pesada sobre algumas áreas da Grande Vitória e região de Aracruz.

Em apenas 6 horas de chuva, entre aproximadamente 17 horas e 23 horas da quarta-feira, 22 de janeiro, choveu 193,0 mm sobre Aracruz, quase 115 m sobre Serra e 101 mm sobre Vitória. Os dados são do CEMADEN - Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais. 

Confira outros volumes de chuva elevados (chuva em 1h: 22h a 23h de 22/1/2020; chuva em 6h: 17h a 23h de 22/1/2020)

Cidade local Chuva em 1h (mm) Chuva em 6h (mm)
Aracruz Jacupemba 2,1 193,0
Serra Cidade Continental 45,0 101,4
Vitória Jd. Camburi 41,4 101,1
Iúna Centro 3,4 72,6
Fundão Praia Grande 4,7 57,5

No começo da madrugada desta quinta-feira, 23 de janeiro, a chuva caía muito forte sobre João Neiva e o CEMADEN registrou 49,3 mm de chuva em apenas 1 hora.

Foto: Climatempo

Fortes áreas de instabilidade avançam do mar para o interior do ES em 22/1/2020

Todos estes volumes são extremamente elevados e com potencial para provocar enchentes e grandes alagamentos. 

No decorrer desta quinta-feira, 23, estas áreas de instabilidade continuam ativas sobre Espírito Santo e provocam chuva por todo o estado. A chuva pode ser forte e volumosa em muitas áreas do estado.

A previsão é de que ainda chova forte sobre o Espírito Santo até o próximo domingo. (Confira alerta especial)

Situação do ES preocupa muito

A situação do Espírito Santo é uma das mais preocupantes no Brasil atualmente por causa do efeito chuvarada que vem ocorrendo sobre o estado.

Todo o estado vem de um histórico de muita chuva desde meados de novembro de 2019. A chuva deu uma trégua na segunda quinzena de dezembro de 2019 e voltou forte em janeiro. Algumas regiões do estado ficaram alagadas por causa da chuva forte na semana passada. 

O risco de alagamentos, enchentes e deslizamentos de terra é alto porque  muitas regiões do estado estão com o solo encharcado de água e o nível de córregos e rios está acima do normal para esta época. 

Outra preocupação é com o nível do rio Doce, que vem de Minas Gerais e desemboca no mar na altura de Linhares. 

No último boletim do Serviço Geológico do Brasil, do dia 21 de janeiro, ainda não havia alertas para a bacia do rio Doce. Porém, tem chovido muito sobre Minas Gerais, onde estão a nascente e os principais afluentes alimentadores do rio Doce, e a previsão é de muita chuva também sobre Minas Gerais nos próximos dias. Assim, não se pode descartar que até o começo da próxima semana ocorra uma perigosa elevação do nível do rio Doce.

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade