0

Corredor de umidade se intensifica entre SP, MS e PR

Vários locais poderão acumular de 100 a 200 mm de chuva até o final da semana

9 jan 2018
14h52
  • separator
  • comentários

Várias áreas entre os estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul sentiram um aumento da chuva desde a madrugada desta terça-feira(9).  Em alguns locais a chuva veio forte, em outros a chuva caiu persistente por várias horas, com fraca a moderada intensidade. Os maiores volumes até o fim da manhã foram registrados no oeste de São Paulo, com acumulados entre 50 a 70 mm no período de 24 horas. 

 

O tempo úmido e a chuva vão predominar nas próximas 48 horas entre o oeste de São Paulo, o centro-sul e leste de Mato Grosso do Sul, o Paraná e  o leste de Santa Catarina.

A circulação de ventos sobre o Brasil vai forçar a concentração de ar úmido sobre estas áreas facilitando a formação das nuvens de chuva.    "Esta umidade vem da Região Norte do  Brasil e os ventos em diversos níveis da atmosfera canalizam o ar úmido sobre Mato Grosso do Suil, São Paulo, Paraná e Santa Catarina", explica a meteorologista Josélia Pegorim.   Este corredor de umidade pode ser visto na

imagem captada pelo satélite GOES 16

, que mostra a disponibilidade de vapor de água na atmosfera. Os tons de vermelho e laranja representam áreas de ar seco. As regiões com muita umidade aparecem esbranquiçadas e  em tons verdes e azuis:  

Foto: Climatempo

 

Até o fim da semana

,  várias locais no oeste e sul de São Paulo, no centro-sul e oeste de Mato Grosso do Sul, no centro-norte e leste do Paraná e de Santa Catarina podem acumular de

100 a 200 mm de chuva

. A chuva volumosa poderá causar transtornos para a população.   Confira o acumulado de chuva estimado para os estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina no mapa abaixo:   

Foto: Climatempo

   

Veja também:

Chuva vai aumentar no Vale do Itajaí, litoral de SC e do PR

Climatempo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade