0

Como fica o tempo em SP depois do temporal?

Confira o balanço de quanto choveu na Grande SP, no litoral e no interior de SP na tempestade entre os dias 9 e 10 de fevereiro de 2020.

10 fev 2020
16h37
  • separator
  • 0
  • comentários

A chegada de uma frente fria ao estado de São Paulo formou grandes áreas de nuvens carregadas que provocaram muita chuva sobre a Grande São Paulo, pelo litoral e pelo interior do estado.

Na região da Grande São Paulo e outros locais do leste do estado, como Campinas, Sorocaba e o litoral, as fortes pancadas de chuva começaram a ocorrer do meio para o fim da tarde do domingo, 9 de fevereiro, mas durante a madrugada do domingo, 10 de fevereiro, a chuva ficou constante e forte e prolongou-se assim por várias horas, até o começo da manhã. 

Os volumes de chuva acumulados em 24 horas, entre o começo da tarde do dia 9 e o começo da tarde de 10 de fevereiro foram muito elevados e superaram os 100 mm em muitas áreas do interior, do litoral e da Grande São Paulo.

Previsão

Todo o estado de São Paulo terá mais pancadas de chuva nos próximos dias, mas a maioria das áreas do interior já terá períodos com sol. 

No norte e leste do estado, incluindo a Grande São Paulo e o litoral, continuam nublados e com risco de chuva moderada a forte na madrugada e manhã. 

As pancadas de chuva devem ser observadas em todas as regiões do estado de São Paulo, principalmente à tarde e à noite, incluindo a Grande São Paulo. 

Até o fim da semana, não há expectativa de que volte a chover sobre a Grande São Paulo como na madrugada do dia 10 de fevereiro, porém, não se pode descartar a ocorrência de vários eventos de pancadas de chuva moderadas a fortes, em várias áreas da região.

Volumes de chuva

Cidade de São Paulo, de acordo com INMET

O INMET - Instituto Nacional de Meteorologia - registrou 114,0 mm na estação meteorológica do Mirante de Santana, na zona norte da cidade de São Paulo, entre 9 horas do dia 9 e 9 horas de 10 de fevereiro de 2020. Este foi o segundo maior volume de chuva em 24 horas em fevereiro em 77 anos de medição.

Foi a chuva mais volumosa para este período de 24 horas desde o meados de 2019, quando choveu 123,6 mm entre os dias 4 e 5 de julho de 2019.

Este volume de chuva corresponde a 46% da média de chuva para todo o mês de fevereiro que é de 246,2 mm.

 O total de chuva acumulado em fevereiro de 2020 no Mirante de Santana, pela medição convencional, foi de 299,6 mm, que já está 22% acima da média histórica para este mês.

Em fevereiro de 2019, em 28 dias, choveu 323,2 mm.

A última vez que a capital paulista teve chuva em torno dos 100 mm foi entre os dias 23 e 24 de dezembro de 2019, quando choveu 101,6 mm no Mirante de Santana.

Grande São Paulo 

Acumulados de chuva entre 14h do dia 9/2/2020 e 14h de 10/2/2020 de acordo com a medição do CEMADEN - Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais.

Município

Local

Chuva em 24h (mm)

Osasco

Rochdale

186.4

Santana De Parnaíba

Alphaville

181.2

Cajamar

Água Fria

173.2

São Paulo

Lapa

162.2

Caieiras

Vila Angelica

160.1

Jandira

Centro

148.6

Guarulhos

Jardim Adriana

146.2

Itaquaquecetuba

Vila Bartira

143.4

Taboão Da Serra

Parque Assunção

132.0

Santo André

Paranapiacaba

131.5

Cotia

Santa Isabel

128.0

São Bernardo Do Campo

Riacho Grande

126.7

Francisco Morato

Jardim Primavera

125.6

Ferraz De Vasconcelos

Jardim Renata

124.6

Carapicuíba

Altos da Santa Lúcia

121.4

Franco Da Rocha

Parque Paulista

116.8

Poá

Vila Júlia

112.0

Mairiporã

Estrada da Roseira

110.4

Rio Grande Da Serra

Centro

109.9

Suzano

Rio Tietê

109.8

São Caetano Do Sul

Mauá

99.3

Diadema

Jardim Santa Cândida

88.2

Foto: Climatempo

Foto de Jo Pegorim, São Paulo (SP)

Volumes de chuva registrados pelo CGE - Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura entre 15h do dia 9/2/2020 e 15h de 10/2/2020.

Bairro

Chuva em 24h (mm)

São Miguel Paulista

144,4

Butantã

142,6

Santana-Tucuruvi

142,0

Sé - CGE

128,0

Perus

127,0

Penha-Rincão

122,0

Vila Mariana

115,8

Cidade Ademar

103,0

Campo Limpo

100,4

Litoral de SP

Acumulados de chuva entre 14h do dia 9/2/2020 e 14h de 10/2/2020 de acordo com a medição do CEMADEN - Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais.

Município

Local

Chuva em 24h

Itanhaém

Balneário Gaivota

210.0

São Vicente

Rodovia Padre Manoel

191.8

Santos

HUVET - Morro Marapé

185.8

Peruíbe

Parque do Trevo

185.6

Cubatão

Cota-200

174.9

Praia Grande

Sítio do Campo

146.8

Bertioga

Jardim Lido

125.3

Cananéia

Centro

122.8

Interior de SP

Acumulados de chuva entre 14h do dia 9/2/2020 e 14h de 10/2/2020 de acordo com a medição do CEMADEN - Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais.

Município

Estação

últ. 24h ▾

Cabreúva

Bananal

243.8

Jumirim

Centro

210.4

Pereiras

Centro

200.8

Tietê

Delegacia

184.2

Conchas

Delegacia

163.0

Itu

Sitio N. S. de Lourdes

155.6

Mairinque

Dona Catarina

153.6

Itu

Fazenda Chocolate

150.6

Saltinho

Centro

125.6

Porangaba

Centro

125.0

Jundiaí

Jardim Santa Gertrudes

119.0

São Pedro

Portal das Flores

118.4

Atibaia

Estrada dos Pintos

111.0

Monte Mor

Rod Cônego C S Pires

109.6

Araçoiaba Da Serra

Centro

107.4

Sorocaba

Brigadeiro Tobias

105.6

Mairinque

Centro

105.2

Boituva

Jardim Amélia

103.6

Torre De Pedra

Centro

103.2

Mombuca

Centro

98.6

Rafard

Centro

96.2

Mombuca

Centro

98.6

Várzea Paulista

Vila Real

98.4

Avaré

Centro

89.2

Alagamentos na cidade de São Paulo

Às 15 horas, o CGE registrava 132 alagamentos na cidade de São Paulo, sendo que 89 estavam ativos e 66 eram intransitáveis

Transbordamento de rios e córregos

Os rios Tietê e Pinheiros transbordaram deixando grandes trechos das marginais inundados e intransitáveis. Isto paralisou quase toda a cidade, impedindo que milhares de pessoas entrassem e saíssem da cidade de São Paulo e de outros municípios da Grande São Paulo.

Os córregos Ipiranga (zona sul), Pirajuçara (zona oeste), Perus (zona norte) e Tremembé (Zona norte) transbordaram.

Veja também:

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade