1 evento ao vivo

Colheita da soja é favorecida no centro-norte do BR

Veja a tendência para as áreas agrícolas na 2ª quinzena de abril

9 abr 2018
12h26
  • separator
  • comentários

Áreas de instabilidade são observadas em grande parte do centro-norte do Brasil. Nas imagens de satélite mostram nuvens de chuva no norte do Mato Grosso, norte de Goiás e de Minas Gerais. Já no Pará e em grande parte do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, o céu ainda se encontra com muitas nuvens. Por conta dessas áreas de instabilidade a previsão é de que venha ocorrer chuva durante algumas horas do dia sobre as regiões.

Foto: Climatempo

No decorrer da semana, a tendência é que a instabilidade enfraqueça um pouco sobre o centro-norte do país, deixando a chuva irregular. Por um lado, tais condições meteorológicas serão muito boas para a realização da colheita da soja e do milho, mas para os produtores que apostaram nas lavouras de 2ª safra, esse tempo mais seco que vai ocorrer ao longo da 2ª quinzena de abril, não será tão bom assim.

Nas principais regiões produtoras de 2ª safra, como o milho e feijão, no Mato Grosso, metade sul de Goiás, São Paulo e toda Região Sul, o tempo continua seco, com poucas nuvens e sem previsão de chuva. No entanto, na quinta-feira (12) o tempo começa a mudar, já que uma frente fria avança sobre o centro-sul do país, provocando chuva generalizada.

A instabilidade ajudará a elevar os níveis de umidade do solo, garantindo assim melhores condições ao desenvolvimento das lavouras de 2ª safra, café e cana-de-açúcar. Já a colheita da soja e do milho que seguem em ritmo acelerado, nas regiões do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, poderão ser afetadas pela chuva prevista para o final de semana, mas ainda assim, não causa prejuízos por conta da sua curta duração.

Foto: Climatempo

2 ª quinzena de abril

A tendência para a 2ª quinzena de abril é de que ocorra uma inversão no padrão meteorológico. A chuva ficará mais frequente no centro-sul do Brasil, do que no centro-norte. É provável que algumas áreas de milho safrinha sejam prejudicadas com o tempo mais seco no cerrado, já que haverá uma grande quantidade de lavouras de milho pendoando nesse período.               

Há indicativos de que ocorram algumas pancadas de chuva irregular nas primeiras semanas de maio sobre o centro-norte, enquanto toda a Região Sul, sul e leste de São Paulo e no sul do Mato Grosso do Sul, a previsão é de normalização da chuva a partir do dia 20 de abril.

Agrotalk: a nova plataforma sobre clima e produtividade no campo

Leia no Blog do Agroclimapro outras informações e análises sobre as culturas 

Para saber maiores informações de como se planejar com antecedência e tornar o clima seu grande aliado basta consultar www.agroclimapro.com.br

Veja como a informação meteorológica pode ajudar a tomar a decisão dentro do campo:

Climatempo
  • separator
  • comentários
publicidade