0

Clima em setembro preocupa produtores de tomate estaqueado

Além das condições meteorológicas, cultivo do fruto requer cuidados especiais com relação a pragas, doenças e à parte nutricional

17 set 2020
14h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Climatempo

O plantio do tomate estaqueado, ou tomate de mesa, já foi realizado nas principais áreas produtoras do fruto, que englobam as regiões Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. No entanto, o tempo excessivamente quente e seco nessas localidades têm preocupado os agricultores, já que o tomateiro possui necessidade crescente de água durante todo o período de desenvolvimento.

Além da falta de chuva, as altas temperaturas também chamaram a atenção nessas regiões durante o mês de agosto, o que também é prejudicial para o tomate em fase de germinação. Por outro lado, durante o desenvolvimento e produção, o tomateiro suporta ampla variação de temperatura, entre 10ºC e 34ºC.

Durante todo o mês de setembro, os produtores devem se preparar novamente para dias muito quentes e secos. Segundo análises dos meteorologistas da Climatempo, a maioria das áreas do Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste continuará sob predomínio de uma grande e forte massa de ar seco nas próximas semanas, com expectativa de chuva abaixo da média climatológica. Apenas a partir do dia 20 é que algumas pancadas devem voltar a ocorrer de forma muito irregular sobre os estados de Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo e Minas Gerais.

Com o excesso de calor e baixos índices de umidade, a situação continua bastante preocupante também com relação às queimadas, que têm castigado várias áreas produtoras do país. No Centro-Oeste, uma das regiões que mais registrou focos de incêndio em agosto, a expectativa é de que as primeiras pancadas de chuva atrasem em setembro, e só comecem a ocorrer com maior regularidade no mês de outubro. Por isso, é altamente recomendável que os produtores apostem em irrigação automática para mitigar os efeitos do clima sobre os tomateiros.

Além dos fatores ligados ao tempo, o cultivo do tomate por estaqueamento também requer cuidados especiais para evitar problemas relacionado a pragas e doenças, além da parte nutricional. O fortalecimento fisiológico, por exemplo, é de extrema importância para o fruto, que é suscetível às condições adversas do próprio tomate e do ambiente.

Pensando em tudo isso, a Satis, especialista em soluções de nutrição vegetal, criou uma linha completa de produtos para a cultura do tomate, essencial para o produtor que deseja uma lavoura de alta performance produtiva. O Fulland e o Vitaphol Active são tecnologias que auxiliam no manejo fitossanitário, por exemplo, Fulland atua diretamente no fortalecimento fisiológico e na potencialização dos fungicidas, enquanto o Vitaphol Active promove a ativação do metabolismo secundário, obtendo uma planta mais saudável. Já o Sturdy e o Vitakelp oferecem desenvolvimento radicular e vegetativo de excelência, além de maior pegamento de flores e frutos.

E quando o assunto é frutos de qualidade, com a Satis não tem tempo ruim! Os produtos Vitaphol Power K e Mathury auxiliam no enchimento dos frutos, melhorando peso e sabor, deixando os frutos bem uniformes e com excelente coloração.  Além disso, o Vitan promove um grande equilíbrio no índice de área foliar, que estimula as plantas a apresentarem suas máximas capacidades produtivas.

Para tomate de qualidade, conte com a Satis. Saiba mais em: www.satis.ind.br/home

Veja também:

Previsão Brasil - Risco de chuva forte em grande parte do país
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade