0

Chuva preocupa no Carnaval 2019 na Região Sudeste

Risco de temporais é alto principalmente em SP, RJ e MG

27 fev 2019
09h10
  • separator
  • comentários

A chuva vai continuar dando muito trabalho e preocupando os meteorologistas na Região Sudeste durante o Carnaval de 2019. Há risco de mais temporais especialmente em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais. O Espírito Santo será o menos afetado pelas grandes áreas de instabilidade que persistem sobre o Sudeste do Brasil.

Com o grande acúmulo de chuva desde o início de fevereiro, muitas áreas de São Paulo, Rio de Janeiro e de Minas Gerais estão encharcadas e o risco de deslizamento e queda de barreiras permanece alto.

A circulação dos ventos sobre o Brasil, em diversos níveis da atmosfera, vai manter a concentração de umidade sobre o Sudeste facilitando a ocorrência de muita chuva. As áreas de instabilidade devem enfraquecer no fim do Carnaval.

Sexta - 1 de março

Muita nebulosidade o dia todo e elevado risco de chuva forte, com raios e fortes rajadas de vento em todas as regiões de São Paulo, incluindo a Grande São Paulo, na maioria das áreas de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, incluindo o Grande Rio e a Grande Belo Horizonte.

No Norte/Noroeste do estado do Rio, no Noroeste Mineiro, região do Vale do Rio Doce, do Vale do Jequitinhonha e no Espírito Santo, o sol aparece forte, o calor é intenso e pancadas de chuva moderadas a fortes podem ocorrer à tarde e à noite.

Sábado - 2 de março

Dia com  sol forte e muito calor, com pancadas de chuva e raios, moderadas a fortes, à tarde e à noite no Noroeste Mineiro, região do Vale do Rio Doce, do Vale do Jequitinhonha e no Espírito Santo.

Todas as outras regiões do Sudeste têm um dia com muitas nuvens e a chuva pode ocorrer a qualquer hora. Há risco de raios e chuva forte e volumosa. Pode chover forte também na Grande Belo Horizonte, na região da cidade do Rio de Janeiro e Grande Rio e na Grande São Paulo.

A chuva mais volumosa e frequente deve ocorrer entre o norte de SP, Triângulo Mineiro, Vale do Paraíba (SP), Litoral Norte de SP, Sul de MG, Sul Fluminense, Costa Verde (Angra/Paraty - RJ), região Serrana do RJ e Grande Rio.  Atenção para deslizamento de terra, queda de barreira e transbordamento de córregos e rios nestas áreas.

Domingo - 3 de março

Áreas de instabilidade começam a enfraquecer sobre o Sudeste. A nebulosidade diminui e os períodos com sol aumentam nas regiões que estavam muito carregadas de nuvens.

Sol forte e tempo firme, sem chuva, em Vitória e no litoral do ES. Nas demais áreas do ES, no centro-norte e leste de MG, incluindo a Grande BH e no norte do RJ, o sol aparece forte e as pancadas de chuva com raios ocorrem à tarde e à noite, com raios, e podem ser moderadas a fortes. A chuva não se prolonga tanto como nos dias anteriores.

No centro-sul do RJ, incluindo o Grande Rio, Triângulo Mineiro, Sul de MG, norte de SP podem ter chuva na madrugada. O sol aparece pela manhã, esquenta, e as pancadas de chuva com raios voltam moderadas a fortes a partir da tarde.

Grande São Paulo, litoral de São Paulo e demais regiões paulistas têm períodos com sol e muitas nuvens de manhã, aumento de calor em relação aos dias anteriores e as pancadas de chuva com raios voltam moderadas a fortes a partir da tarde.

Segunda - 4 de março

Quase toda a Região Sudeste tem um dia com sol, calor, aumento de nebulosidade e pancadas de chuva com raios à tarde e à noite. A região entre o Sul de MG, Angra dos Reis, São Sebastião (litoral de SP) e o Vale do Paraíba (SP) ainda ficam com muitas nuvens e podem ter chuva a qualquer hora. A chance de chuva é muito baixa no Vale do Jequitinhonha e no norte do ES.

Belo Horizonte, São Paulo, Vitória e Rio de Janeiro têm várias horas com sol, mais calor do que nos dias anteriores, mas algumas pancadas de chuva com raios podem ocorrer em parte da tarde e da noite. A chuva não se prolonga por muitas horas. O risco de temporais é menor.

Terça - 5 de março

Mais sol e calor em praticamente todo o Sudeste do Brasil, inclusive nas praias de SP e do RJ. Mas as pancadas de chuva com raios voltam a ocorrer à tarde e à noite em toda a Região. Há risco de raios, mas a chuva não dura muitas horas.

O Triângulo Mineiro a faixa oeste de MG, na divisa com GO, podem ter chuva já na madrugada ou pela manhã.

Climatempo
  • separator
  • comentários
publicidade