0

Chuva pode causar problemas nos próximos dias em Belo Horizonte

Várias áreas de MG acumularam mais de 100 mm de chuva em apenas 3 dias

3 dez 2017
18h21
  • separator
  • 0
  • comentários

A chuva dos próximos dias poderá causar problemas na Grande Belo Horizonte e em várias regiões de Minas Gerais. Depois da chuva volumosa da última semana de novembro, a torneira o céu continua totalmente aberta sobre a Região Sudeste do Brasil e promete despejar mais de 100 mm em cinco dias sobre a maioria das áreas de Minas Gerais.

A região de Belo Horizonte vai passar toda a semana com tempo instável. As pancadas de chuva serão frequentes, a qualquer hora do dia e há risco de raios. A circulação dos ventos sobre o Brasil vai manter e intensificar as áreas de instabilidade que já estão sobre Minas Gerais. Há risco de chuva forte e volumosa sobre a Grande Belo Horizonte até o fim da semana.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, entre 10 horas o dia 2 e 10 horas do dia 3 de dezembro choveu 75,3 mm na região da estação meteorológica de Santo Agostinho, no centro-sul da capital mineira. Foi o maior volume acumulado em 24 horas este ano. Em três dias, choveu neste local aproximadamente 108 mm que corresponde a 37% da média de chuva para dezembro que é de 292 mm.

Dezembro de 2017 é de chuva

Historicamente dezembro é o segundo ou o primeiro mês mais chuvoso sobre Minas Gerais. Embora os últimos três dezembros tenham sido com chuva muito abaixo da média em praticamente todo o estado, dezembro de 2017 está sendo diferente. Os primeiros três dias do mês já provaram que a chuva voltou com força.

Foto: Climatempo

Climatologia de chuva em dezembro na Região Sudeste

Foto: Climatempo

Anomalia de chuva na Região de Sudeste de 2013 a 2016

Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, o acumulado de chuva do dia 1 até o começo da tarde do dia 3 de dezembro já superava os 100 mm em várias do estado, incluindo Belo Horizonte. De forma geral, 100 mm representa, em média, um terço da média de chuva para dezembro na maioria das regiões de Minas Gerais. Em algumas áreas já é a metade da chuva média do mês.

Alguns exemplos da chuva deste início de dezembro acumulada entre o dia 1 de dezembro até por volta das 13 horas do dia 3, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia por meio de estações meteorológicas automáticas (valores aproximados):

Patrocínio: 177 mm (66% da média)

Uberaba: 141 mm (56% da média)

Sacramento: 173 mm (57% da média)

Viçosa: 134 mm (63% da média)

Belo Horizonte (medição convencional): 108 mm (37% da média)

Itaobim: 118 mm (69% da média)

Semana com muita chuva

A circulação de ventos em diversos níveis da atmosfera e vai manter a formação de grandes áreas de instabilidade sobre a Região Sudeste do Brasil. As nuvens mais carregadas vão ficar especialmente sobre Minas Gerais e sobre o Espírito Santo. Todas as regiões mineiras, incluindo a Grande Belo Horizonte, terão chuva frequente nos próximos cinco dias e até o sábado podem ocorrer várias situações de chuva muito forte em pouco tempo e de chuva moderada e persistente por várias horas. Em qualquer um dos casos, a chuva poderá causar problemas. A população de Minas Gerais e também do Espírito Santo deve redobrar a atenção para o risco de alagamentos, enchente e movimentação de terra. Já choveu bastante na última semana de novembro e a chuva persistente desta primeira semana de dezembro vai aumentar o risco de deslizamento de terra.

O mapa mostra a estimativa do volume de chuva que poderá ser acumulado sobre a Região de Sudeste de 4 a 8 de dezembro de 2017. Os tons de verde representam 100 mm ou mais em 5 dias.

Foto: Climatempo

Estimativa de chuva para a Região Sudeste de 4 a 8 de dezembro de 2017

Foto: Climatempo

Foto de Zilmar Neto, Sete Lagoas (MG)

O seu vídeo pode ser divulgado no nosso canal do Youtube, no site e nas redes sociais. É só gravar a condição do tempo e mandar para o nosso Whatsapp: 11 9 9420-7548.

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade