2 eventos ao vivo

Calor passa dos 40°C no Centro-Oeste e aumenta nos próximos dias

Campo Grande, capital de MS, tem novo recorde de calor. Nível de umidade no ar em áreas do CO é de emergência.

9 set 2020
17h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com a intensificação de ventos quentes sobre a Região Centro-Oeste do Brasil, além do sol forte, elevou ainda mais as temperaturas nos estados de Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul na tarde desta quarta-feira, 9 de setembro. Em particular em Mato Grosso do Sul, o calor aumentou de 5°C a 10°C em relação à tarde da terça, dia 8.

Pelas temperaturas observadas pelo INMET - Instituto Nacional de Meteorologia - por volta das 15 horas (Brasília), Mato Grosso e o Mato Grosso do Sul eram as regiões mais quentes no país neste horário,com temperaturas entre 36°C e 41°C em muitos locais.

Recorde de calor em Campo Grande

O ar esquentou ainda mais em Campo Grande nesta quarta-feira, 9 de setembro, e a capital de Mato Grosso do Sul estabeleceu um novo recorde de calor. O INMET registrou 38,0°C às 15 horas (Brasília), 14 horas local, e neste horário a umidade relativa do ar era de apenas 13%. O recorde anterior de maior temperatura para o ano de 2020 era de 37,5°C, em 31 de agosto.

.

Confira algumas altas temperaturas em MT e MS na tarde de 9/9/2020, pela medição do INMET

Coxim (MS): 41°C

Água Clara (MS): 40,7°C

Querência (MT): 40,3°C

Vl. Bela da Santíssima Trindade (MT): 40,0°C

Rondonópolis (MT): 40,0°C

Ribas do Rio Pardo (MS): 39,8°C

Porto Estrela (MT): 39,8°C

Possibilidade de recorde de calor em Cuiabá

Nesta quarta-feira, 9, o INMET registrou 41,6°C de temperatura máxima em Cuiabá até 15 horas (Brasília). Porém, uma nova leitura termométrica será feita às 21 horas (Brasília) e a temperatura poderá aumentar alguns décimos, igualando ou superando o recorde atual de calor em Cuiabá que é de 41,8°C, no dia 30 de agosto.

Ar seco deixa CO em emergência

Nível de umidade no ar em áreas do Centro-Oeste tem estado tão baixo que já chegou ao nível de  emergência, abaixo dos 12%.

O aeroporto de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, registrava 40°C às 15 horas local, com apenas 10% de umidade no ar.

Pela medição do INMET, a umidade relativa do ar atingiu marcas de 11% e 12% nesta quarta-feira, 9, em Água Clara (MS) com 11%, Coxim (MS), Cassilândia (MS), Primavera do Leste (MT), Rondonópolis (MT), Sonora (MS), Costa Rica (MS) todas com 12%.

Índices de umidade abaixo dos 15% vão continuar sendo registrados em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás nos próximos dias.

Foto: Climatempo

.

Mais calor nos próximos dias

A população de todo o Centro-Oeste vai sofrer um pouco mais com o calor extremo nos próximos dias. Os ventos quentes, vindos dos trópicos, vão continuar soprando sobre a Região ajudando a manter o ar aquecido. 

Temperaturas de 40°C ou mais certamente serão registradas em várias áreas de Mato Grosso, de Mato Grosso do Sul e também de Goiás. 

Novos recordes de calor nas capitais poderão ser registrados nos próximos dias.

Confira os recordes de calor atuais das capitais do Centro-Oeste

.

Capital

Recorde atua de calor (°C)

Data do recorde até 9/9/2020

Campo Grande (MS)

38,0°C

9 de setembro

Cuiabá (MT)

41,8°C

30 de agosto

Goiânia (GO)

36,7°C

18 de agosto

Brasília (DF)

31,9°C

17 de agosto

Veja também:

Previsão Brasil - Nova frente fria avança sobre o centro-sul do país
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade