PUBLICIDADE

Belo Horizonte participa de relatório de mudanças climáticas

Capital mineira foi uma das oito cidades convidadas a colaborar com o desenvolvimento de políticas urbanas junto à ONU

5 ago 2022 - 16h54
Ver comentários
Publicidade
Foto: Climatempo

Imagem: Divulgação/Sônia Knauer

Na penúltima semana de julho, a capital do estado de Minas Gerais participou de um encontro promovido pelo Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) da Organização das Nações Unidas (ONU), na cidade de Londres, na Inglaterra. 

Belo Horizonte foi uma das oito cidades convidadas a colaborar com o desenvolvimento de um resumo para Formuladores de Políticas Urbanas do IPCC e o refinamento das conclusões do Sexto Relatório de Avaliação das mudanças climáticas no planeta. A publicação será realizada no segundo semestre de 2022 e traduzida para seis idiomas.

Durante o encontro, que reuniu representantes das cidades de Nova York, Londres, Paris, Seul, Sidney, Manheim e Durban, foram apresentadas questões fundamentais para a construção do próximo relatório. O evento também foi marcado pelos debates com cada governança a respeito de como o documento pode endereçar melhor as necessidades e desafios locais.

De acordo com a gerente de Ações de Sustentabilidade da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e secretária do Comitê de Mudanças Climáticas, Sônia Knauer, a seleção do quadro de governos locais pelo IPCC se baseou em critérios como planos de redução, leis e arcabouços técnicos avançados. 

"Belo Horizonte foi selecionada devido à amplitude de estudos técnicos e disposição para o avanço nesta matéria. Os cientistas da ONU ficaram impressionados com a série de inventários de emissão de gases já publicados e com a celeridade com que nosso município responde a todos os todos os questionários internacionais sobre o tema. São mais de 21 anos de trabalho da nossa administração para reduzir as emissões e ajudar a melhorar o panorama de mudanças climáticas causado pelas cidades no mundo", afirmou.

Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte, a cidade hoje conta com um Inventário de Emissão de Gases de Efeito Estufa atualizado com o instrumento de análise de riscos e vulnerabilidade climática, além de toda a base diagnóstica do consumo de energia e recursos hídricos da cidade. Em 2021, a capital mineira também aderiu à campanha global Race to Zero, assumindo a meta de neutralização do carbono até 2050.

Climatempo
Publicidade
Publicidade