PUBLICIDADE

Austrália tem o novembro mais chuvoso da história

O país também teve a primavera mais chuvosa desde 2010 e o verão promete ser uma estação de muita chuva também

2 dez 2021 14h59
| atualizado em 3/12/2021 às 00h22
ver comentários
Publicidade

Foto: Kamada Kaori/ Gold Coast Austrália/ iStock

A Austrália teve o novembro mais chuvoso desde o início dos registros, no ano de 1900. O país também teve a primavera mais chuvosa desde 2010, de acordo com dados do Bureau of Meteorology, Agência Executiva do Governo australiano responsável por proporcionar serviços de meteorologia, hidrologia e clima na Austrália. 

O novo recorde australiano de precipitação média em novembro é de 72mm, mais que o dobro da média nacional para o mês, que é de 32mm. O recorde anterior de chuva em novembro, registrado há quase 50 anos, foi quebrado em mais de 2mm.  

O dia mais chuvoso do mês foi em 10 de novembro, quando Samuel Hill em Queensland recebeu 340,8mm de chuva. 

Fatores que influenciaram a chuva 

Segundo o Bureau of Meteorology, vários fatores influenciaram o desenvolvimento de tempestades e chuvas fortes em grande parte do leste e do sul da Austrália nesta primavera. 

As temperaturas da superfície do mar a oeste e leste do país têm sido a principal influência para esta primavera úmida. O mar mais quente favorece a ocorrência de temporais e chuva mais persistente, por disponibilizar mais umidade na atmosfera. 

No início da estação, as águas mais quentes a oeste estavam associadas a mudanças de temperatura no Oceano Índico. Mais tarde, um La Niña em desenvolvimento no Oceano Pacífico, ao leste do país, moveu águas mais quentes para perto da região australiana, tornando-se a influência dominante no clima durante a temporada. 

La Niña não é o esfriamento das águas do oceano Pacífico?

De acordo com a meteorologista da Climatempo, Desirée Brandt, enquanto o La Niña esfria as águas do oceano Pacífico mais próximas a América do Sul, o fenômeno ajuda a mover as águas superficiais, que são mais quentes, em direção a Austrália.

Além disso, a intensificação dos ventos alísios (que são ventos mais quentes e úmidos, que sopram do leste em direção ao oeste) também contribuem para o deslocamento das águas mais quentes em direção ao país.

Verão também será de muita chuva 

O excesso de chuva contribuiu para a saturação do solo e das bacias hidrográficas em grande parte do leste da Austrália. Os níveis de chuva mais altos do que o normal devem continuar em partes do país durante o verão e, com uma estação chuvosa ainda pela frente, o risco de novas inundações permanecerá nos próximos meses. 

Climatempo
Publicidade
Publicidade