0

Atenção para o aumento da chuva de Natal a Macapá

Vento marítimo sopra forte sobre o Nordeste e muito ar úmido se espalha pelo interior da Região.

11 jun 2019
23h17
  • separator
  • comentários

O vento marítimo da direção sudeste ganhou muita força sobre a Região Nordeste do Brasil depois da passagem de uma frente fria no fim da semana passada. A forte convergência de ventos na costa norte do Nordeste está estimulando a formação de nuvens carregadas que se espalham entre o Rio Grande Norte e o Maranhão, mas se propagam pelo litoral do Pará e até do Amapá.

Várias destas nuvens podem provocar chuva moderada a forte e até com raios. Na noite da terça-feira, 11, em apenas 1 hora choveu 38 mm em Maracanaú, na região metropolitana de Fortaleza, capital do Ceará, segundo o CEMADEN. Natal, capital do Rio Grande do Norte também estava chuvosa. Em Belém, capital do Pará, a chuva voltou a cair moderada por causa destas áreas de instabilidade.

Risco de chuva forte

Durante esta quarta-feira, 12 de junho, áreas de instabilidade persistem sobre toda a faixa litorânea entre o Rio Grande do Norte e o Amapá. A chuva é frequente e pode ocorrer eventualmente com raios e fortes rajadas de vento. Há risco de chuva moderada a forte, inclusive nas capitais Natal, Fortaleza, São Luís, Belém e Macapá. Até a região de Teresina pode ter um pouco de chuva.

Foto: Climatempo

Foto de Pedro Victor, Fortaleza (CE)

Mais chuva nos próximos dias

A situação é preocupante para os próximos dias porque esta convergência de ventos na costa norte do Nordeste vai continuar mantendo as condições para a formação de mais áreas de instabilidade. A tendência é de mais chuva e toda a região litorânea entre o  Rio Grande do Norte e o Amapá. Áreas pelo interior dos estados podem ter alguma chuva fraca.

Muitas nuvens no sertão

Esta forte injeção de umidade pode ser percebida pela grande quantidade de nuvens está se formando pelo interior do Nordeste, até no sertão, mas que em geral não provocam chuva ou apenas uma chuva leve, em poucos locais.

Estas nuvens aparecem como manchas em tons de cinza principalmente pelo interior da Bahia, de Sergipe, da Paraíba, do Rio Grande do Norte e do Ceará.

Foto: Climatempo

Nuvens carregadas na costa norte do Nordeste, do PA e do AP

Climatempo
  • separator
  • comentários
publicidade