2 eventos ao vivo

Alerta de chuva forte e ventania em MS, MT, SP, MG e GO

Rajada passou de 100 km/h no interior de SP. Tempestades avançam em direção sobre GO, MG e leste de MT nesta madrugada da terça-feira, 22.

21 out 2019
18h39
atualizado às 19h21
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma linha de instabilidade (LI) muito forte se organizou entre o sul de Mato Grosso, o norte e o leste de Mato Grosso do Sul e o centro-oeste de São Paulo provocando chuva muito forte e rajadas de vento entre 70 km/h e mais de 100 km/h. 

Estas regiões ainda ficam em alerta para chuva intensa e ventania no fim de tarde e começo da noite desta segunda-feira, 21 de outubro.

As nuvens carregadas deste LI avançam em direção a Minas Gerais, Goiás e pelo leste de Mato Grosso. Com a passagem destas nuvens podem ocorrer rajadas de vento de 80 km/h a 100 km/h, granizo, chuva forte em pouco tempo, com potencial para alagamentos

Foto: Climatempo

Nuvens carregadas de uma linha de instabilidade entre SP, MS e sul de MT em 21/10/2019

Na imagem captada pelo satélite GOES-16 às 16 horas de 21/10/2019 foi possível ver a extensão desta linha de instabilidade, que é um sistema formado por várias nuvens do tipo cumulonimbus.

Estas nuvens são típicas de temporais e é muito comum que provoquem ventania, granizo e chuva forte. Porém, em uma LI, os cumulonimbus se deslocam de forma organizada, ao mesmo tempo, o que potencializa a força da chuva e das rajadas de vento.

As nuvens pesadas da LI aparecem como manchas vermelhas e amarelas formando aproximadamente uma linha entre o centro de São Paulo e o sul de Mato Grosso, até mais ou menos a região de Cuiabá.

Foto: Climatempo

Foto de Willian Carvalho, Cuiabá (MT)

Temporais avançam para MG e GO

Com o deslocamento da linha de instabilidade, regiões como o norte do estado de São Paulo, o Triângulo Mineiro, o centro-sul de Goiás, incluindo Goiânia, e o centro-leste de Mato Grosso também devem ficar em alerta para tempestades violentas durante a noite desta segunda-feira. A região da Grande Belo Horizonte também poderá sentir efeitos desta grande área de temporais até o fim da

noite desta segunda-feira.

Durante a madrugada e manhã da terça-feira, 22 de outubro, as nuvens carregadas desta linha de instabilidade devem alcançar o centro-norte de Goiás, o Distrito Federal e o noroeste de Minas Gerais.

Ventania e volumes de chuva

Confira algumas rajadas de vento intensas e volumes de chuva elevados, associados com esta grande linha de instabilidade, registrados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e pelo  CEMADEN - Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais até às 17 horas de 21/10/2019 . Todos os horários são em relação à Brasília.

Rajadas de vento

Jales (SP): 103 km/h entre 15h e 16h

Sonora (MS): 88 km/h entre 13h e 14h e entre 14h e 15h

Dracena (SP): 84 km/h entre 13h e 14h e entre 14h e 15h

Tupã (SP): 83 km/h entre 14h e 15h e entre 15h e 16h

Votuporanga: 80 km/h entre 15h e 16h

Guiratinga (MT): 79 km/h entre 12h e 13h e entre 13h e 14h

Bataguassu (MS): 71 km/h entre 12h e 13h

Chapadão do Sul (MS): 71 km/h entre 14h e 15h

Chuva volumosa

Rondonópolis (MT): 44 mm em 1h

Jales (SP): 26,2 mm em 1h

Tupã (SP): 26,2 mm em 1h

Votuporanga (SP): 23,4 mm em 1h

Cuiabá (MT): 19,2 mm em 1h

Marília (SP): 18,8 mm em 1h

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade