0

A histórica nevasca que parou a costa leste dos Estados Unidos

Confira imagens e números das históricas tempestades de neve que paralisaram a costa leste dos Estados Unidos no começo de janeiro de 2018

7 jan 2018
00h34
  • separator
  • comentários

As históricas tempestades de neve que ocorreram entre os dias 3 e 5 de janeiro de 2018 em estados da costa leste dos Estados Unidos paralisaram a vida da população de muitas cidades, transportes terrestres, aéreos e marítimos.

A fenomenal quantidade de neve que caiu sobre o estado de Nova Iorque fez o governador decretar estado de emergência em Nova Iorque, Long Island e Westchester.

Foto: Climatempo

Nevasca no estado de Nova Iorque (EUA), 5/1/2018

Foto: Climatempo

Nevasca no estado de Nova Iorque (EUA) em 5/1/2018

Em Massachusetts , a histórica nevasca fez com que os resorts de inverno para a prática de esqui ficassem completamente paralisados.

Foto: Climatempo

Histórica nevasca em Massachusetts, em 5/1/2018

Na cidade de Nova Iorque , durante a nevasca da sexta-feira, 5 de janeiro, funcionários municipais sinalizaram as entradas das estações de metrô, saídas de emergência, aberturas nas calçadas e outras instalações operacionais para enfrentar os transtornos e danos causados pelo grande acúmulo de neve.

Foto: Climatempo

Tempestade de neve em Nova Iorque, EUA, 5/1/2018

Foto: Climatempo

Histórica nevasca caiu sobre a cidade de Nova Iorque (EUA), em 3/1/2018

Foto: Climatempo

Nevasca histórica sobre a ciadade de Nova Iorque (EUA), em 3/1/2018

Foto: Climatempo

Tempestade de neve em Nova Iorque, EUA, 5/1/2018

A região de Washington D.C , capital dos Estados Unidos, também foi atingida por tempestades de neve.

Foto: Climatempo

Muita neve em Washington D.C. (EUA), em 5/1/2018

Foto: Climatempo

Nevou muito em Washington D.C. em 5/1/2018

Porta - aviões ancorados nos portos ficaram cobertos pela neve e os acidentes nas estradas escorregadias ocorreram em muitos locais.

Entenda a situação meterológica que provocou a neve recorde.

Volumes de neve

Confira alguns volumes de neve acumulada entre os dias 3 e 5 de janeiro de 2018, pela medição do serviço nacional de meteorologia dos Estados Unidos. Os valores originais estão em polegadas e entre parênteses está a altura e neve em metros. (1 polegada é igual a 2,54 centímetros ou 0,0254 metros)

Maine

Etna 3.2 WSW: 22.0 (55,9 cm)

Plymouth 3 NE 22.0 (55,9 cm)

Frenchville 2 ENE: 21.0 (53,3 cm)

Van Buren: 21.0 (53,3 cm)

Winn 2 Ne: 20.0 (50,8 cm)

New Jersey

Point Pleasant Beach 0.5 SW: 20.0 (50,8 cm)

New Hampshire

Berlin 3.9 ESSE : 19.5 (49,53 cm)

Mssachusetts

Taunton 2.6 NW: 17.6 (44,70 cm)

Nova Iorque

Brightwaters 0.7 NNW: 17.5 (44,45 cm)

Rhode Island

Warren: 16.9 (42,93 cm)

Connecticut

Staffordville: 16.6 (42,16 cm)

Virgínia

Hampton 1.9 NW: 15.0 (38,10 cm)

Vermont

Morgan 7 SE:14.0 (35,56 cm

Carolina do Norte

Rockyhock: 12.0 (30,48 cm)

Delaware

Stockley: 11.4 (28,96 cm)

Maryland

Ocean City: 11.0 (27,94 cm)

Pensilvânia

Springboro 3.0 WNW: 8.4 (21,34 cm)

Carolina do Sul

Daniel Island 1.0 SW: 8.0 (20,32 cm)

Georgia

Ellabell: 6.0 (15,24 cm)

Washington D.C.

Washington 1 E: 0.8 (2,03 cm)

Flórida

Tallahassee 5.2 E: 0.2 (0,51 cm)

Rajadas de vento

A intensa área de baixa pressão atmosférica (o ciclone "bomba", como foi batizada pelos meteorologistas norte - americanos) que varreu a costa leste dos Estados Unidos provocou também rajadas de vento muito intensas. Segundo o serviço nacional de meteorologia do país, em Nantucket, Massachusetts, uma rajada de vento alcançou 122 km/h. Em East Falmouth e em Wellfleet, teve rajada de quase 121 km/h. Em Block Island, em Rhode Island, uma rajada chegou a 114 km/h. A região de Cape Henry 7 NW, na Virgínia, teve rajada de 119 km/h. Os dois principais aeroportos que servem Nova Iorque, o JFK e o LaGuardia, também sentiram as intensas rajadas de vento. No JFK, uma rajada chegou aos 88,5 km/h e no LaGuardia a 83,7 km/h.

Pressão atmosférica

O ciclone que se formou na costa leste dos Estados Unidos na primeira semana de 2018 foi um evento raro. O mínimo de pressão atmosférica no centro da baixa pressão chegou a 948 hPa sobre o golfo do Maine . O furacão Sandy teve mínimo de pressão de 940 hPa. A informação é da NASA.

No primeiro fim de semana de 2018, 6 e 7 de janeiro, a costa leste dos Estados Unidos se manteve congelada, mas quase sem neve. Ainda havia previsão de um pouco neve no norte do Maine, segundo informação do serviço nacional de meteorologia dos Estados Unidos. O sol já aparecia, mas os meteorologistas alertavam para o frio intenso no fim de semana. O rio Hudson, em Nova Iorque, estava congelado no dia 6 de janeiro de 2018.

Climatempo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade