0

Zema ameaça acionar Vale na Justiça por obras de infraestrutura como compensação a Brumadinho

Governador de Minas afirma que empresa recusou valor de investimento proposto pelo Estado; rompimento de barragem completa um ano domingo

20 jan 2020
11h49
atualizado às 16h16
  • separator
  • 0
  • comentários

BELO HORIZONTE - O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, afirmou nesta segunda-feira, 20, que poderá acionar a Justiça contra a Vale para obrigar a mineradora a fechar acordo para realização de obras no Estado como forma de compensação pela tragédia de Brumadinho, que completa um ano no próximo dia 25.

"Temos enfrentado bastante resistência da empresa. Mas estamos firmes e seremos duros, porque, queiramos ou não, a empresa provocou um grande dano a todo o Estado de Minas Gerais. E, se for necessário, iremos judicializar a questão", disse Zema, em cerimônia na Cidade Administrativa, a sede do governo mineiro. "Esse ano, o que nós estamos fazendo de investimento no estado é 70 milhões de reais e o que nós estamos pedindo à Vale é, caso o Estado continue investindo neste mesmo volume, seria algo equivalente a 100 anos de investimento", disse.

De acordo com Zema, a quantia que seria aplicada nos projetos foi proposta pelo Estado, mas recusada pela empresa. As obras previstas são todas de infraestrutura que, conforme Zema, têm aspecto social e "vão trazer bem estar para a população mineira". O governador afirmou que Minas foi muito prejudicada pela tragédia e que, por isso, é justo que a Vale pague pelo que ocorreu.

"No segundo e terceiro trimestre de 2019, Minas foi o Estado do Brasil que menos cresceu. Tivemos até recessão, diferente da maioria dos Estados. E essa recessão está muito conectada à crise que surgiu nos setor de mineração devido à tragédia de Brumadinho. Tragédia causada pela Vale. E, por esse motivo, achamos mais do que justo que a empresa repare o Estado pelo que causou. Não pagando diretamente ao tesouro, mas sim fazendo grandes obras de infraestrutura", declarou.

Procurada pela reportagem, a Vale informou apenas que "está em negociação com o governo de Minas para discutir os temas referentes às compensações pelo rompimento da barragem I, em Brumadinho" sem entrar em detalhes.

.

Veja também:

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade