PUBLICIDADE

Lobos marinhos são achados mortos no Peru com suspeita de envenenamento

22 mai 2013 16h49
| atualizado às 17h16
ver comentários
Publicidade

Entre 30 e 50 lobos marinhos foram encontrados mortos em praias do norte do Peru por razões que as autoridades investigam e que uma ONG ambientalista atribui a um provável envenenamento praticado por pescadores artesanais.

Com os animais foram encontradas as carcaças de alguns golfinhos e de tartarugas marinhas, afirmou à AFP Carlos Yaipén, da ONG Orca (Organização Científica para a Conservação de Animais Aquáticos).

"As primeiras informações que temos indicam que foram encontrados entre 30 e 50 lobos marinhos, com sinais de terem sido mortos com veneno para ratos", advertiu Yaipén, destacando que as carcaças apareceram nas duas últimas semanas perto do porto Eten, na região de Lambayeque, 750 quilômetros ao norte de Lima.

Um porta-voz do Instituto do Mar do Peru (IMARPE) confirmou a descoberta dos lobos marinhos mortos, mas destacou que o informe que tinham era de que o número encontrado era inferior a 20. Especialistas do órgão estão no local investigando para determinar as causas das mortes.

Segundo Yaipén, os pescadores artesanais da região consideram os lobos marinhos, que são uma espécie protegida, concorrentes à pesca e por isso costumam matá-los, jogando restos de peixe com veneno, que não só mata os lobos marinhos, mas também tartarugas e golfinhos.

O ecologista destacou que há empresas pesqueiras ilegais de outras regiões que usam grandes redes de arrasto ou cerco e que fazem uma concorrência desleal aos pescadores da região ao usar substâncias venenosas.

Yaipén exigiu que as autoridades façam um controle maior sobre o uso de venenos e exerçam uma fiscalização de pesqueiras de arrasto, e destacou que o uso de substâncias proibidas pode afetar a saúde humana.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade