PUBLICIDADE

Ibama recebe aval para contratar 1.659 brigadistas temporários

Profissionais poderão ser contratados a partir deste mês de maio e o prazo de validade dos contratos será de até seis meses

4 mai 2021 15h31
ver comentários
Publicidade

BRASÍLIA - Os ministérios da Economia e do Meio Ambiente autorizaram o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a contratar, por tempo determinado, 1.659 profissionais brigadistas para o atendimento de emergências ambientais.

De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), os profissionais poderão ser contratados a partir deste mês de maio e o prazo de validade dos contratos será de até seis meses. A remuneração dos agentes será definida pelo Ibama.

A autorização dada ao órgão, no entanto, está condicionada à declaração do ordenador de despesas responsável quanto à adequação orçamentária e financeira da nova despesa com a Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com o Plano Plurianual e com a Lei de Diretrizes Orçamentárias.

O órgão tem perdido funcionários desde que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, impôs mudanças no processo de autuação ambiental. Nesta semana houve uma debandada de funcionários do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) ligados ao setor. Na semana passada, Salles fez uma revisão de norma, mas mesmo assim as multas ambientais ficaram travadas e o caso deve parar na Justiça.

Estadão
Publicidade
Publicidade