0

Em um mês, programa Lixo Zero aplica quase R$ 300 mil em multas no Rio

20 set 2013
11h08
atualizado às 13h24
  • separator
  • comentários

Em seu primeiro mês de funcionamento, o programa Lixo Zero aplicou 1.870 multas no valor total de aproximadamente R$ 297 mil na cidade do Rio de Janeiro. Por enquanto, a ação da prefeitura – que desde o dia 20 de agosto permite multar quem descartar lixo de forma irregular em vias públicas – está presente em 17 bairros do centro e da zona sul.

Segundo a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), empresa responsável pela limpeza pública do Rio de Janeiro, a quantidade de lixo descartado nas ruas em que a fiscalização está presente diminuiu 46%. O volume de lixo total, no entanto, permanece o mesmo – já que, em vez de ir para o chão, o material vai para a lixeira.

O Centro foi o campeão de infrações, com 1.444 multas. Em seguida, estão Copacabana (172), Leblon (100), Ipanema (59), Gávea (44), Botafogo (29) e Lagoa (20). Os próximos bairros a receber o programa serão Méier, Madureira e Tijuca, na zona norte, e Campo Grande, na zona oeste. A partir de outubro, também serão implantadas "blitzes" do Lixo Zero nas regiões em que não há atuação permanente de fiscais.

"Um mês ainda é pouco, mas tudo indica que, com o resultado do programa, poderemos realocar parte da equipe para áreas da cidade com menos garis. É uma mudança de cultura", afirma o presidente da Comlurb, Vinícius Roriz.

A maior parte das multas se deve a guimbas de cigarro e pequenos papéis e volumes descartados irregularmente. Também foram registradas multas por estacionamento indevido de caçambas de entulho e descarte de lixo doméstico fora do horário.

vc repórter: em campanha, Comlurb deixa lixo de propósito em via no Rio

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/ciencia/infograficos/fim-dos-lixoes/iframe.htm" href="http://noticias.terra.com.br/ciencia/infograficos/fim-dos-lixoes/iframe.htm">veja o infográfico</a>
Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade