PUBLICIDADE

Fóssil de 39 mil anos de mamute entra em exposição na Rússia

O pequeno mamute tinha entre oito e onze anos quando morreu na Sibéria e foi colocado em exposição em Moscou a partir desta terça-feira

28 out 2014 14h22
| atualizado às 15h11
ver comentários
Publicidade
Foto: Ivan Sekretarev / AP

A Sociedade de Geografia Russa colocou em exposição, em Moscou, a partir desta terça-feira, o fóssil inteiro de um mamute encontrado há quatro anos por paleontólogos na Sibéria. O fóssil tem 39 mil anos e foi preservado pelo gelo do local. As informações são da AP.

Segundo os cientistas, que nomearam a pequena mamute de Yuka, este é o fóssil mais bem preservado já encontrado em toda a história mundial. O filhote tinha entre oito e onze anos quando morreu na costa Yukagir.

Veja fotos:

Foto: Ivan Sekretarev / AP

(Foto: AP/Ivan Sekretarev)


(Foto: AP/Ivan Sekretarev)

Foto: Ivan Sekretarev / AP

 

Foto: Ivan Sekretarev / AP
(Foto: AP/Ivan Sekretarev)

 

Foto: Ivan Sekretarev / AP
(Foto: AP/Ivan Sekretarev)

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade