PUBLICIDADE

Especialistas estudam treinar aves para derrubar drones

Sabendo atacá-los, as aves não teriam medo dessas aeronaves não tripuladas e não se machucariam ao dividir o espaço aéreo com elas

9 dez 2014 10h57
| atualizado às 11h02
ver comentários
Publicidade
<p>"Isso não me parece uma boa ideia", diz especialista em falcoaria</p>
"Isso não me parece uma boa ideia", diz especialista em falcoaria
Foto: BBC News Brasil

Com a queda no custo e a crescente produção de drones, a presença desses aviões não tripulados no céu tem sido mais constante a cada dia. No entanto, além de prejudicar a rota dos aviões com passageiros, a grande quantidade de drones pode ser uma ameaça às aves. As informações são do blog Popular Science.

Segundo a publicação, seria possível treinar águias e falcões para que eles atacassem os drones que interferissem no seu caminho. Sabendo atacá-los, as aves não teriam medo dessas aeronaves e não se machucariam ao dividir o espaço aéreo com elas. 

No entanto, diversos especialistas garantem que - apesar de possível - tal treinamento seria extremamente perigoso. "Treiná-los para ir para perto de um drone, com hélices giratórias e outros enfeites seria muito perigoso", defende Kirk Sellinger, co-proprietário da Sky Falcoaria. "Isso não me parece uma boa ideia, porque eles podem se machucar ou, até mesmo, morrer", diz.

Paralelamente a essa discussão, pássaros já são treinados com o auxílio de pipas e de balões. Com isso, acredita-se que não vá demorar muito para que os drones sejam utilizados também. O que é necessário é mais trabalho de pesquisa a respeito desse treinamento, para saber como fazê-lo.

Em solo americano, os drones são proibidos em todos os parques nacionais, para evitar qualquer acidente com pássaros. 

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade