PUBLICIDADE

Cópia original da Magna Carta de 700 anos é encontrada

Documento remonta ao ano de 1300, 85 anos depois que o rei John da Inglaterra foi obrigado a assinar contrato que limitava direitos dos reis

11 fev 2015 14h22
| atualizado às 15h37
ver comentários
Publicidade
<p>Documento foi encontrado dentro de um scrapbook vitoriano</p>
Documento foi encontrado dentro de um scrapbook vitoriano
Foto: IFL Science / Reprodução

Durante a busca de arquivos do conselho de um condado Inglês, um pesquisador acabou fazendo uma descoberta inesperada na cidade de Kent: ele encontrou uma cópia original da Magna Carta dentro de um scrapbook vitoriano. Embora não seja surpreendente, o documento está bem destruído, porém chega a valer mais de US$ 15 milhões (R$ 40,5 milhões). As informações são do IFL Science.

O texto da Magna Carta, que traz direitos básicos da época, incluindo o fim de alguns tributos, foi revelado pelo arquivista Mark Bateson na pequena cidade de Sandwich. Ele estaria procurando a versão da Carta de Forest, um texto complementar à Carta Magna, para o Projeto Carta Magna, liderado pelo historiador Nicholas Vincent, em comemoração aos 800 anos do documento.  

Porém, nessa busca, acabou achando a cópia original do documento que remonta ao ano de 1300, 85 anos depois que o rei John da Inglaterra foi obrigado a assinar o primeiro contrato que limitava os direitos dos reis. A versão achada teria sido emitida pelo rei Edward I (neto do rei John), que estava sob pressão da igreja e dos barões para reafirmar a boa governança.

A Carta tem mais de meio metro de comprimento, mas grande parte do texto está faltando, devido aos danos causados pela umidade. Além disso, não possui o selo real. Contudo, a data de emissão sobrevive na parte inferior do documento, o que levou aos historiadores a validar sua origem.

A Magna Carta é um documento de 1215 que limitou o poder dos monarcas da Inglaterra, especialmente o do rei João, que o assinou, impedindo assim o exercício do poder absoluto. Ainda hoje, é citada como um documento importante para os Direitos Humanos. 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade