3 eventos ao vivo

Arqueólogos acreditam ter achado esqueleto da 'Mona Lisa'

17 jul 2012
17h25
atualizado às 17h56

Arqueólogos encontraram um esqueleto em um convento em Florença, na Itália, que acreditam que possa ser de Lisa Gherardini, a modelo que Leonardo da Vinci teria usado para pintar a Mona Lisa. A italiana era mulher de um rico comerciante de seda chamado de Francesco del Giocondo e teria sido enterrada no convento de Santa Úrsula (Sant'Orsola). As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.

Arqueólogos encontram ossada no convento de Santa Úrsula, em Florença, na Itália
Arqueólogos encontram ossada no convento de Santa Úrsula, em Florença, na Itália
Foto: AFP

Paraquedas, tanque de guerra e robô: veja invenções de Da Vinci

Segundo a reportagem, boa parte dos historiadores acredita que Lisa foi a modelo para a Mona Lisa. Após o falecimento do marido, ela viveu como freira no convento até sua morte, em 15 de julho de 1542, aos 63 anos.

Ano passado, um time de arqueólogos começou a cavar no prédio abandonado e achou uma cripta que acreditam ser de Lisa e, em seguida, acharam um crânio que era de uma mulher. Por falta de fundos, o grupo teve que interromper o trabalho, mas conseguiu dinheiro e voltou à escavação no mês passado. Nesta semana, eles acharam um esqueleto que passará por testes para saber se esses ossos combinam com o crânio.

Se os resultados baterem, os cientistas vão comparar o DNA da ossada com os restos mortais de dois filhos de Lisa. Após esses estudos, eles pretendem refazer o rosto original da italiana e compará-lo com a Gioconda de Da Vinci - e talvez resolver o enigmático sorriso da pintura de 500 anos.

"Não sabemos ainda se os ossos pertencem a apenas um esqueleto ou mais. Mas isso confirma nossa hipótese de que o convento de Santa Úrsula ainda tem ossos humanos e não podemos excluir que entre eles estejam os de Lisa Gherardini", diz o arqueólogo Silvano Vinceti, chefe da escavação.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade