0

Estudo britânico sugere queda rápida de anticorpos contra Covid

Assintomáticos teriam chance ainda maior de novo contágio

27 out 2020
11h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um estudo do Imperial College de Londres mostrou uma rápida redução de anticorpos contra o coronavírus Sars-CoV-2, sugerindo que a imunidade à Covid-19 não é permanente. Essa é mais uma pesquisa a apontar esse tipo de comportamento.
    A análise feita na população britânica analisou 350 mil pessoas e constatou que houve uma queda na quantidade de anticorpos dos cidadãos: cerca de um quarto daqueles que testaram positivo para o novo coronavírus apresentaram uma rápida queda na defesa entre os meses de junho e setembro.
    Além do risco de reinfecção para qualquer paciente, os especialistas notaram que pessoas assintomáticas têm ainda mais chance de contrair a doença de novo do que aqueles que desenvolveram sintomas.
    "A imunidade desapareceu, infelizmente, muito rapidamente em apenas três meses. Nós verificamos um declínio dos anticorpos em 26% das pessoas", explicou a professora Helen Ward, que participou da análise dos dados.
    Para Ward, há o risco de contágios "múltiplas vezes", mas o mais provável é que as reinfecções sejam mais fracas do que quando as pessoas não têm os anticorpos.
    Sobre a vacina anti-Covid, a profissional destaca que isso não afetará a eficiência da imunização, apenas fará com que sejam necessárias vacinações anuais, como ocorre no caso da gripe comum. .
   

Veja também:

É um menino! O 1º filhote de gorila do zoológico de Boston
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade