PUBLICIDADE

Terráqueos enviarão 90 mil mensagens de saudação a Marte

27 nov 2014 19h24
| atualizado às 20h23
ver comentários
Publicidade

Radiotelescópios na Terra transmitirão 90 mil mensagens a Marte na sexta-feira para comemorar o lançamento há 50 anos da primeira sonda robótica ao planeta vermelho.

<p>A Nasa tem atualmente três sondas em órbita e dois robôs trabalhando na superfície de Marte</p>
A Nasa tem atualmente três sondas em órbita e dois robôs trabalhando na superfície de Marte
Foto: BBC Mundo/NASA

Uma empresa espacial norte-americana chamada Uwingu organizou a saudação extraterrestre para marcar o 50º aniversário da missão da Nasa Mariner 4 e para arrecadar fundos para seus outros projetos.

A iniciativa "Beam Me To Mars", da companhia, convidava os interessados a enviar transmissões de ondas de rádio digital em seu nome, com mensagens e fotografias, a Marte por tarifas que iam de 5 dólares a 99 dólares.

A campanha atraiu várias celebridades, como o ator e comediante Seth Green e o ator George Takei, que personificou o senhor Sulu na série de televisão "Jornada nas Estrelas".

A transmissão começará pouco depois das 18h (horário de Brasília) de sexta-feira. Viajando na velocidade da luz, as mensagens chegarão a Marte em 15 minutos. A transmissão completa será repetida duas vezes. Embora não exista ninguém em Marte para responder, os organizadores do projeto dizem que isso não importa.

Serão entregues cópias das mensagens ao Congresso norte-americano, à sede da Nasa, em Washington, e à Organização das Nações Unidas, em Nova York, como amostra do apoio à exploração espacial.

Desde a bem-sucedida aproximação do Mariner 4 a Marte, quando enviou as primeiras fotografias de sua superfície, mais de 20 naves espaciais visitaram, orbitaram ou pousaram no planeta vermelho.

A Nasa tem atualmente três sondas em órbita e dois robôs trabalhando na superfície do planeta; a Agência Espacial Europeia e a Índia têm um módulo orbital.

A meta em longo prazo do programa espacial norte-americano é enviar astronautas a Marte.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade