2 eventos ao vivo

Agosto bate recorde mundial de calor do século passado

20 set 2016
15h56
atualizado às 16h58
  • separator
  • comentários

O último mês superou em 1,66 graus Fahrenheit (°F) a média da temperatura de agosto do século passado em nível mundial, informou nesta terça-feira a Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA).

A África e a Ásia apresentaram o agosto mais quente desde que as medições começaram a ser feitas, em 1910, enquanto para a América do Sul foi o segundo.

Segundo o relatório mensal, entre junho e agosto a temperatura média global esteve 1,6 de graus Fahrenheit acima do mesmo período de 2015, que foi de 0,007.
Segundo o relatório mensal, entre junho e agosto a temperatura média global esteve 1,6 de graus Fahrenheit acima do mesmo período de 2015, que foi de 0,007.
Foto: iStock

A agência americana explicou que com este agosto já são 16 os meses consecutivos de recorde de calor no planeta, o período mais longo em 137 anos. Segundo a NOAA, o mês passado ultrapassou em 0,09 graus o recorde se comparado a agosto de 2015.

Segundo o relatório mensal, entre junho e agosto a temperatura média global esteve 1,6 de graus Fahrenheit acima do mesmo período de 2015, que foi de 0,007.

Por outro lado, no território continental dos Estados Unidos foram registrados recordes de chuvas no Vale do Mississipi, no centro do país, e devastadoras inundações no estado da Louisiana.

Na América do Sul, segundo a NOAA, ocorreram chuvas acima da média no leste da Colômbia e no sul do Chile e do Brasil, enquanto na costa norte do continente e no centro do Chile e da Argentina a média esteve abaixo do habitual.

Situação parecida enfrentou a Europa durante o mês passado, com o norte e centro do continente com maiores precipitações do que a média, enquanto a região central teve também umidade abaixo da média.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade