1 evento ao vivo

Caçadores ilegais matam número recorde de rinocerontes

10 jan 2013
17h07
atualizado às 17h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Caçadores ilegais mataram 668 rinocerontes em 2012 na África do Sul - um novo recorde - para retirada dos chifres dos animais, informou nesta quinta-feira o ministério do Meio Ambiente. Mais de 60% dos rinocerontes foram caçados ilegalmente na famosa reserva de Kruger, na fronteira com Moçambique.

A matança de rinocerontes atingiu proporções dramáticas nos últimos anos, passando de 13 animais mortos em 2007 para 333 em 2010, e mais que o dobro no ano passado. Também aumentou o número de pessoas detidas por caça ilegal, de 165 em 2010 para 267 no ano passado.

As autoridades sul-africanas afirmam que os caçadores ilegais têm sua base em Moçambique e atravessam a fronteira para matar os rinocerontes, cujos chifres são vendidos a preço de ouro no mercado clandestino da medicina tradicional asiática, essencialmente no Vietnã. O governo sul-africano assinou no ano passado um acordo com o Vietnã para lutar contra este comércio ilegal.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade