PUBLICIDADE

Pesquisadores capturam onças-pintadas para monitoramento com GPS

Objetivo de cientistas brasileiros e americanos é monitorar animais via satélite para ajudar na preservação da espécie ameaçada de extinção

4 jul 2013 13h13
| atualizado em 5/7/2013 às 09h21
ver comentários
Publicidade
<p>Com animal anestesiado, equipe coloca rádio-colar que irá enviar dados de localização da onça-pintada</p>
Com animal anestesiado, equipe coloca rádio-colar que irá enviar dados de localização da onça-pintada
Foto: Unisul / Divulgação

Pesquisadores do Brasil e dos Estados Unidos realizaram a captura de três onças-pintadas na região de Corumbá, localizada na divisa entre os Estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O projeto é coordenado pelo médico veterinário Joares May Júnior, pesquisador da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). Ele é especialista em epidemiologia em animais selvagens e realiza o monitoramento das onças no Brasil desde 2003.

A espécie está seriamente ameaçada de extinção. Segundo o pesquisador, os animais foram capturados e tiveram amostras biológicas coletadas. Eles agora serão monitorados via satélite, graças a um GPS instalado no chamado “rádio colar”.

A equipe que participou das capturas contou com cinco pessoas: dois biólogos e um veterinário brasileiros, além de duas pesquisadoras americanas que acompanham o projeto - que conta com a participação da ONG norte americana Panthera.

Foram capturados três machos: Holyfield, que pesa 105 quilos; Trapézio, com 106; e Zumbi, com 76 quilos. Os pesquisadores tiveram dificuldades para montar as armadilhas na região. “Houve dias em que foi impossível fazer o armadilhamento por causa da tempestade que caiu na região. Mesmo assim, ficamos todos os dias em observação constante, durante todas as noites com checagem dos transmissores a cada duas horas”, afirma.

A onça-pintada é o maior felino do continente americano e se concentra principalmente no Brasil. O animal integra a lista das 627 espécies da fauna ameaçadas de extinção, elaborada pelo Ministério do Meio Ambiente.

Fêmea de onça-pintada observa pesquisadores antes de ser capturada
Fêmea de onça-pintada observa pesquisadores antes de ser capturada
Foto: Unisul / Divulgação
Fonte: Especial para Terra
Publicidade
Publicidade