PUBLICIDADE

Dois mil gansos da neve morreram de cólera aviária nos EUA

18 mar 2015 18h57
| atualizado às 18h57
ver comentários
Publicidade

Cerca de 2.000 gansos da neve, aves migratórias originárias de áreas de clima frio, morreram possivelmente de cólera aviária em Idaho, noroeste dos Estados Unidos - informou o departamento de Pesca e Caça do estado.

Os gansos brancos com a ponta das asas pretas morreram enquanto passavam pelos lagos Mud e Market, áreas silvestres protegidas, quando voltavam do México e do sudoeste dos Estados Unidos, onde passaram o inverno.

Estavam a caminho do Alasca, onde se reproduzem, segundo comunicado enviado no início da semana pelo departamento.

A causa provável da morte destas aves é a cólera aviária, que pode causar convulsões, informaram as autoridades, que estão à espera da confirmação final mediante análise de laboratório.

A infecção é tão rápida, que algumas aves sem sintomas prévios podem morrer enquanto voam, disseram os especialistas.

Os cadáveres dos gansos de neve foram recolhidos e incinerados para evitar que outros pássaros predadores e carnívoros sejam contaminados.

A cólera aviária não apresenta perigo para os seres humanos, garantiram as autoridades sanitárias norte-americanas.

Até o momento, os especialistas ignoraram onde os gansos teriam sido infectados com a bactéria da cólera.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade