TODOS OS VÍDEOS

Dilma: impeachment seria “ruptura democrática” e “3º turno”

Em entrevista coletiva nesta segunda, após sancionar a Lei do Feminicídio, a presidente Dilma Rousseff (PT) falou sobre as manifestações que defendem seu impeachment e analisou: “Não acredito que os brasileiros não são a favor do quanto pior, melhor”. Para a presidente, ainda que as manifestações pacíficas sejam garantidas pela Constituição, o impeachment, agora, representaria “uma ruptura do jogo democrático” ou um “terceiro turno eleitoral”. Imagens: Palácio do Planalto

Reprodução

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade